Botafogo só empata com Madureira, fica em 2º e encara o Fla na semi

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Botafogo apenas empatou por 0 a 0 com o lanterna Madureira na tarde deste sábado (3), no estádio Nilton Santos (Engenhão). O placar do jogo fraco não agradou a torcida presente e complicou a situação do Alvinegro. Com a vitória do Boavista no complemento da rodada do grupo C, o time de General Severiano ficou em segundo lugar e irá enfrentar o Flamengo na semifinal da Taça Guanabara.

Com o tropeço e um triunfo a menos que o Boavista – critério que definiu a classificação –, o Botafogo ainda terá que lutar por vitória no duelo contra o Flamengo. O Rubro-negro jogará pelo empate para avançar à final. A definição da data ocorrerá apenas após a rodada deste domingo (4).

Primeiro tempo sonolento

As vaias do público presente no Engenhão ao final do primeiro refletiram a insatisfação geral diante de um começo de jogo sonolento das duas equipes. Travados, Botafogo e Madureira falhavam no último passe e não conseguiam criar chances. Em um duelo truncado e sem maiores destaques, a falta de criatividade deixou o placar zerado até o intervalo. O Tricolor do subúrbio ainda deu um sufoco nos donos da casa nos minutos finais, mas foi pouco efetivo.

Mais erros no 2º tempo e placar zerado

O Botafogo bem que tentou, mas o cenário pouco se alterou na segunda etapa. Pouco inspirado, o Alvinegro esbarrava nos erros de passe e pouco assustava o goleiro Douglas, que só foi exigido em cobranças de falta de Léo Valência. O time visitante também não criou tantas chances, mantendo o 0 a 0 até o apito final.

Carrasco do "chororô" é perseguido

Carrasco do Botafogo em 2008 e autor da polêmica comemoração do "chororô", o atacante Souza foi muito perseguido pelos alvinegros durante toda a partida. Líder da equipe do Madureira, ele era vaiado e xingado a cada toque na bola.

Estreia tímida de Kieza

Principal contratação do Botafogo na temporada, o atacante Kieza fez sua estreita neste sábado. Entrando no segundo tempo, o jogador pouco encostou na bola e teve sua primeira aparição com a camisa alvinegra bem tímida.

BOTAFOGO 0 x 0 MADUREIRA

Data: 03 de fevereiro de 2018 (sábado)
Local: Estádio Olímpico Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira (RJ) e Thiago Gomes Magalhães (RJ)
Público e renda: 3.285 pagantes (4.136 presentes) / R$ 68.730 
Cartões amarelos: Léo Valência (BOT); William (MAD)

Botafogo
Jefferson; Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes (Dudu Cearense), João Paulo, Léo Valência (Renatinho) e Luiz Fernando; Rodrigo Pimpão e Brenner (Kieza)
Técnico: Felipe Conceição

Madureira
Douglas, Filippe Formiga, João Carlos, Edmário e Renan; Thiago Medeiros, Luciano Naninho (Rezende), William e Douglas Lima (Keven); Yago Catatau e Souza (João Carlos)
Técnico: Djair

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos