Vasco marca aos 18s, vence o V. Redonda, mas é eliminado da Taça GB

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Vasco está eliminado da Taça Guanabara. Apesar de fazer a sua parte e vencer bem o Volta Redonda por 3 a 1 em São Januário, o Cruzmaltino viu a combinação de resultados do grupo B – Bangu vencendo a Cabofriense – o deixar fora da fase final do torneio. Thiago Galhardo, logo aos 18 segundos de jogo, Bruno Costa (contra) e Bruno Cosendey, com um golaço, marcaram para os vascaínos; Marcelo descontou para os visitantes.

Eliminado, o Vasco agora concentra suas atenções na disputa da Copa Libertadores. Após vencer o Universidad Concepción por 4 a 0 no jogo de ida, no Chile, o time entra em campo na quarta-feira (7) para o duelo de volta, tentando confirmar sua vaga na próxima fase.

Os classificados Bangu, Boavista, Flamengo e Botafogo disputam as semifinais da Taça Guanabara nos próximos dias 8 (quinta-feira) e 10 (sábado).

Início fulminante e vitória encaminhada

Não demorou para que o Vasco mostrasse sua superioridade em campo. Após uma falha da defesa do Volta Redonda na saída de bola, Thiago Galhardo tocou por cima do goleiro para fazer 1 a 0 logo aos 18 segundos. O ritmo intenso do Cruzmaltino se manteve. Aos 15min, Bruno Costa cortou errado e fez contra: 2 a 0. O início fulminante encaminhou uma vitória tranquila. Comandados por Rildo e Thiago Galhardo os donos da casa ainda tiveram outras chances e poderiam ter ampliado antes do intervalo. Enquanto o Vasco finalizou cinco vezes na direção do gol, o Volta Redonda não acertou a meta de Martín Silva nenhuma vez.

Vasco relaxa, mas assegura vitória

Com o 2 a 0 no placar, o Vasco voltou do intervalo mais relaxado. Deixando o Volta Redonda com a bola, a equipe do técnico Zé Ricardo viu o adversário criar chances e assustar como não havia ocorrido no primeiro tempo. Martín Silva foi exigido e evitou um gol nos primeiros minutos. Após segurar a pressão, o Cruzmaltinio ainda fez 3 a 0 em um belo chute de Bruno Cosendey, aos 27 minutos. Um minuto depois, Marcelo descontou para os visitantes. Mas foi só.

Ataque funciona, mas Riascos ainda deve

O ataque do Vasco funcionou muito bem neste domingo. Thiago Galhardo e Rildo ditavam as ações ofensivas diante de uma fragilizada defesa do Volta Redonda. Quem não aproveitou a chance foi Riascos. O atacante ainda deve uma boa atuação desde que regressou a São Januário. Apesar de participar do segundo gol, contra de Bruno Costa, o jogador foi pouco efetivo. Longe do melhor ritmo e da forma física ideal, o colombiano se enrolou com a bola, "matou" algumas jogadas de velocidade. Deixou o campo para a entrada de Paulo Victor. 

VASCO 3 x 1 VOLTA REDONDA

Data: 04 de fevereiro de 2018 (domingo)
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Pathrice Wallace Maia (RJ)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Marcus Vinicius Brandão (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Luis Gustavo, Jorge Luiz e Pablo (VOL)
Gols: Thiago Galhardo, aos 18 segundos, Bruno Costa (contra), aos 15 minutos do primeiro tempo, e Bruno Consendey, aos 27 minutos do segundo tempo (VAS); Marcelo, aos 28 do segundo tempo (VOL)

Vasco
Martín Silva; Rafael Galhardo, Werley, Paulão e Fabrício; Andrey, Bruno Paulista (Bruno Cosendey), Thiago Galhardo e Caio Monteiro; Rildo (Hugo Borges) e Riascos (Paulo Victor)
Técnico: Zé Ricardo

Volta Redonda
Douglas Borges; Luis Gustavo, Bruno Costa, Gilberto e Luiz Paulo; Bruno Barra, Marcelo, Rafael Granja (Luã Lúcio) e Jorge Luiz; Dija Baiano e Anselmo (André Duarte)
Técnico: Felipe Surian

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos