Bangu busca empate, mas Boavista garante vaga e decide Taça Guanabara

Do UOL, em São Paulo

De maneira dramática, o Boavista garantiu sua vaga na final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca de 2018. Diante do Bangu, o time de Saquarema empatou por 2 a 2 e avançou graças à campanha da fase de grupos, superior à do rival.

No primeiro tempo, o Boavista abriu 2 a 0 com dois gols do experiente Fellype Gabriel, dando a impressão de que dominaria a partida. No entanto, o Bangu empatou na etapa final e chegou a acertar uma bola no travessão nos minutos finais. O time alvirrubro só avançaria com uma vitória.

Classificado, o time espera agora a definição de seu adversário, que sai da semifinal entre Botafogo e Flamengo. Os dois times medem forças no sábado, em Volta Redonda, às 16h30. O campeão do turno se garante nas semifinais do Campeonato Carioca 2018.

Sete anos depois, as coincidências

Na Taça Guanabara de 2011, o Boavista chegou à final ao passar pelo Fluminense nas semifinais, também no Engenhão. Na outra semifinal, a exemplo do que acontece em 2018, o Flamengo enfrentou o Botafogo.

No primeiro tempo, Fellype Gabriel brilhou

Diante de pouco público na tarde de quinta-feira, coube ao Boavista abrir o placar no Engenhão. Aos 34 min do primeiro tempo, Lucas trouxe a bola da direita para o centro e acionou Fellype Gabriel na esquerda, que entrou na área e chutou forte para estufar as redes.

De quebra, o experiente ex-jogador de Flamengo, Botafogo e Vasco ampliou o marcador. Aos 40 min, Gabriel colocou o braço na bola na área do Bangu - pênalti, que Fellype Gabriel bateu no canto esquerdo do goleiro Célio Gabriel e fez.

Decidido? Bangu incendia o jogo no 2º tempo

Com o placar adverso, o Bangu diminuiu aos 13 min do segundo tempo. Após evitar que a bola saísse pela lateral esquerda, Anderson Lessa cruzou para a área; Nilson subiu mais alto que a marcação e cabeceou para o gol. Quatro minutos depois, Nilson quase ampliou em outro cruzamento de Anderson Lessa, mas o goleiro Rafael saiu antes para cortar.

Com 27 min, o Bangu sentiu o bom momento, foi para cima e empatou. Após jogada individual pela direita, Valdir cruzou para a área, e Almir - ex-Botafogo e Atlético-MG - cabeceou para empatar o marcador.

Em busca do terceiro gol, os banguenses acuaram o Boavista e quase viraram: aos 36 min, após falta cobrada na área por Valdir, o próprio Almir cabeceou e acertou o travessão. Depois, aos 41 min, Anderson Lessa tentou aproveitar o rebote de Rafael, mas caiu na área. O Bangu pediu pênalti, mas a arbitragem não marcou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos