Botafogo faz dever de casa e vence a 2ª seguida sob comando de Valentim

Do UOL, no Rio de Janeiro

No segundo jogo de Alberto Valentim no comando da equipe, o Botafogo venceu a Cabofriense por 1 a 0, com gol de Kieza. A vitória no Nilton Santos foi construída com certa tranquilidade e o Alvinegro fez uma partida correta em sua casa.

Os destaques individuais da partida foram Rodrigo Pimpão e Kieza, que chegou a seu terceiro gol com a camisa do Botafogo. O time não fez uma partida brilhante tecnicamente, mas não faltou aplicação e transpiração para os comandados de Valentim.

Após o triunfo, o Bota tem a semana livre até o clássico diante do Flamengo, sábado, às 17h, em local ainda a ser definido.

Botafogo melhor

O Botafogo iniciou a partida de maneira avassaladora no Nilton Santos. Nos primeiros minutos de bola rolando, a artilharia alvinegra bombardeou George com chutes de Marcinho, Leo Valencia e João Paulo.

Tamanha insistência e ofensividade foi rapidamente coroada e Kieza, aos 7 minutos, cabeceou de forma certeira para abrir o placar na casa alvinegra. Com um rival para lá de tímido, o Botafogo dominou completamente as ações ofensivas e não se viu ameaçado pela equipe da Região dos Lagos.

Fosse um pouco mais ousado, o time teria liquidado a fatura ainda na primeira metade da partida, mas o gol parece ter deixado o time um pouco acomodado. Com muitos passes sem objetividade de parte a parte, o jogo caiu de qualidade até o apito do árbitro.

Tudo igual

Assim como na etapa inicial, o Botafogo começou o segundo tempo a todo vapor. Em pouco tempo, o time colecionou chances com Valencia, Igor Rabello e Ezequiel.

A Cabofriense até se assanhou um pouquinho mais, o técnico Antonio Carlos Roy tentou mandar a equipe ao ataque, mas o fato é que o time verde não levou perigo real para Gatito Fernández, que voltou para casa com o uniforme de jogo limpo.

O Botafogo, por sua vez, teve mais opções claras de gol, mas também esbarrou em suas próprias limitações. Com Kieza isolado, faltou a Leo Valencia assumir o papel de tentar levar o time adiante, algo que não aconteceu com frequência. Na grande chance do segundo tempo, o chileno entrou livre, livre, mas adiantou a bola e deu tempo para George agarrar. Na última jogada do lance, o juiz deixou de dar pênalti para os visitantes, que saíram reclamando.

Sem brilho, mas eficiente, o Botafogo chegou a sua segunda vitória em duas partidas na Taça Rio. Sem outra competição paralela, o Bota pode se dedicar exclusivamente ao Estadual.

Que bonito!

No bom primeiro tempo no Nilton Santos, o lateral Moisés brindou a torcida com um bonito lance. Aos 12, o jogador deu um lençol em Levi e abriu o jogo para Rodrigo Lindoso. Aplausos da galera no Niltão.

Palmas para ele

Jogador que divide opiniões na torcida do Botafogo, Rodrigo Pimpão recebeu o reconhecimento por sua boa atuação no Nilton Santos. Substituído por Luis Ricardo, o jogador recebeu aplausos e teve seu nome gritado pelos torcedores na noite deste domingo.

Substituição na bandeirinha

Não são apenas os jogadores que sentem lesões musculares. Com um problema na panturrilha, o auxiliar Diogo Carvalho Silva foi substituído por Daniel de Oliveira Alves Pereira, que atuava como 4º árbitro. 

 Visitas ilustres

O Botafogo recebeu a visita dos ídolos Nei Conceição e Afonsinho no Nilton Santos. A dupla posou para fotos e o encontro foi registrado nas redes do clube.

Triste rotina
Clever Felix/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

O Campeonato Carioca não tem conseguido tirar o torcedor do sofá de casa para as arquibancadas. No Nilton Santos, Botafogo e Cabofriense jogaram para apenas 2.144  torcedores pagantes.

 BOTAFOGO 1 X 0 CABOFRIENSE

Data/hora: 25/2/2018, às 19h30
Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro-RJ
Árbitro: Diego da Silva Lourenço
Assistentes: Diogo Carvalho Silva e André Roberto Smith
Cartões amarelos: Valencia, Rodrigo Pimpão (BOT); Bruno Tubarão (CAB)
Cartões vermelhos:
Gols: Kieza, aos 7 minutos do primeiro tempo
BOTAFOGO
Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo, Igor Rabello e Moisés; Lindoso, João Paulo, Valencia, Rodrigo Pimpão (Luis Ricardo) e Ezequiel (Luiz Fernando); Kieza (Brenner). Técnico: Alberto Valentim
CABOFRIENSE
George; Wellington Júnior, Victor Silva, Leandro Euzébio (Roberto Júnior), Airton; Levi, Kaká Mendes (Rafael Pernão), Davi Ceará, Bruno Tubarão; Lauro César (Maranhão) e João Carlos. Técnico: Antônio Carlos Roy.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos