Zé Ricardo fala que "algo maior" para o Vasco pesou para sua permanência

Do UOL, no Rio de Janeiro

Após a derrota por 1 a 0 para a Portuguesa, o técnico Zé Ricardo analisou a atuação vascaína, mas o assunto que monopolizou a entrevista do comandante vascaíno foi a recusa a uma oferta do Al-Ahli, da Arábia Saudita.

O treinador disse que ainda não há uma prorrogação contratual formalizada, mas indicou que essa é a tendência.

"Ainda não conversei detalhes sobre o contrato, mas pelo que sei a ideia da direção é propor uma extensão. O que conversamos foi uma coisa maior para o Vasco, mas ainda não colocamos valores, nada. Vou querer sempre cumprir os meus contratos. Conversei com minha família e com as pessoas que me cercam e optamos por continuar no projeto. Fiquei muito feliz com a decisão. ", disse ele.
O Cruz-maltino estuda a possibilidade de colocar Zé Ricardo como uma espécie de coordenador da integração entre as categorias de base e o time profissional. 
Sobre o tropeço, Zé Ricardo disse que lançar os reservas era algo já planejado, mas lamentou muito mais um gol sofrido após uma bola alçada na área vascaína:
"Todos nós ficamos chateados, mas é uma possibilidade [uso dos reservas] planejada há muito tempo. Mas não podemos mais errar jogadas de bolas paradas, nós treinamos muito isso".

Depois da partida contra a Portuguesa, o Vasco só volta a campo na próxima quinta-feira, quando encara o Macaé, às 19h30, em São Januário.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos