Ferj afasta árbitro e auxiliar após erros graves em Flamengo x Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • André Mourão/AGIF

    Vinicius Júnior reclama da expulsão no clássico entre Flamengo e Botafogo

    Vinicius Júnior reclama da expulsão no clássico entre Flamengo e Botafogo

O árbitro João Batista de Arruda e o auxiliar Luiz Muniz de Oliveira foram afastados para treinamento pela Comissão de Arbitragem da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro). Os graves erros cometidos no clássico entre Flamengo e Botafogo motivaram a decisão.

O Rubro-negro venceu por 1 a 0 com um gol em impedimento do zagueiro Rhodolfo. Para o coordenador Sérgio Santos, o trio de arbitragem cometeu dois erros graves. O primeiro, claro, foi no gol do Flamengo, já que o auxiliar estava mal posicionado.

O segundo foi no fato de o árbitro não ter expulsado o botafoguense Leandro Carvalho após tapas em Vinicius Júnior. Pouco tempo depois, o camisa 20 do Flamengo foi expulso ao aplicar uma entrada em Igor Rabello.

Para a Comissão de Arbitragem, o cartão vermelho para o jovem foi uma decisão correta da arbitragem. Um possível pênalti em Lucas Paquetá não foi abordado no relatório divulgado pela Ferj.

Vale lembrar que o clássico contou com um teste de vídeo para arbitragem. O mesmo, porém, foi realizado de maneira offline, sem acesso dos árbitros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos