Júlio César é atração do Fla em um Carioca com média de 2 mil torcedores

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    O ídolo Júlio César atrai olhares dos jovens desde que voltou ao Fla: dia de reencontro

    O ídolo Júlio César atrai olhares dos jovens desde que voltou ao Fla: dia de reencontro

O Flamengo enfrenta o Boavista nesta quarta-feira (7), às 21h45, em Volta Redonda. O jogo seria apenas mais um em meio ao esvaziado Campeonato Carioca, mas terá uma atração especial. Ídolo da torcida rubro-negra, Júlio César voltará a disputar uma partida pelo clube depois de pouco mais de 13 anos, atração à parte em um Estadual com média de 2 mil torcedores por jogo.

O camisa 12 se acostumou a atuar em estádios lotados no Brasil e na Europa. Disputou duas Copas do Mundo, venceu a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes, além de ter colecionado uma série de prêmios individuais. Por ironia do destino, a reta final da carreira acontece justamente em um Campeonato Carioca que enfrenta uma crise de identidade.

No Rio de Janeiro, a taxa de ocupação dos estádios é inferior a 15%. O Flamengo leva em média 7 mil pagantes por jogo - muito pouco para o clube mais popular do país. Para se ter uma ideia, o maior público do Estadual foi no clássico entre Rubro-negro e Vasco. No dia 27 de janeiro, os rivais levaram 18.587 torcedores ao Maracanã.

São inúmeros os problemas para o fracasso do Campeonato Carioca. A crise financeira e de segurança do Estado estão entre os principais. A utilização mínima do Maracanã e a dificuldade de encontrar estádios para realizar os jogos são outros obstáculos.  

O Campeonato Estadual do Rio de Janeiro definha. É neste cenário que o goleiro Júlio César se despedirá do futebol. Em um estádio Raulino de Oliveira com expectativa de público modesto, ele fará a estreia pelo clube do coração.

O número de partidas que realizará ainda é uma incógnita. O certo é que o contrato se encerra em 28 de abril. É provável que o goleiro também atue diante da Portuguesa, dia 18 de março, pela última rodada da fase de classificação da Taça Rio.

A última vez em que Júlio César vestiu a camisa do Flamengo foi no dia 19 de dezembro de 2004. Na ocasião, o Rubro-negro goleou o Cruzeiro por 6 a 2, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Ele tinha o sonho de defender o clube do coração antes da aposentadoria e não mediu esforços para isso.

O goleiro tem 38 anos já realizou 284 jogos pelo Flamengo. Na Gávea, Júlio César conquistou a Copa Mercosul (1999), a Copa dos Campeões (2001) e o Campeonato Carioca (2000, 2001 e 2004), sendo o terceiro goleiro que mais vezes vestiu a camisa do clube. Ele é superado apenas por Cantareli (557 jogos) e Zé Carlos (352 jogos).

BOAVISTA X FLAMENGO

Data/hora: 07/03/2018, às 21h45
Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: João Ennio Sobral
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira e Thiago Gomes Magalhães

Boavista
Rafael; Thiaguinho, Gustavo, Elivelton e Julio César; Willian Maranhão, Vitor Faíska e Tartá; Marquinho, Claudio Maradona e Leandrão
Técnico: Eduardo Allax

Flamengo
Júlio César; Rodinei, Rhodolfo, Juan e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Everton; Henrique Dourado
Técnico: Paulo César Carpegiani

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos