Flamengo jogará de luto por assassinatos de Marielle e Anderson

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação/Flamengo

    Clube fará protesto por morte de vereadora e motorista

    Clube fará protesto por morte de vereadora e motorista

O Flamengo entrará na partida diante da Portuguesa com uma tarja preta em sinal de luto pelos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Pedro Gomes, ambos torcedores do Flamengo.

De acordo com a assessoria de imprensa do clube, o  gesto é uma forma de "protestar contra o momento de violência que o Brasil e, principalmente, o Rio de Janeiro estão vivendo com as mortes de Marielle Franco, Anderson Gomes e tantos outros"

Marielle era socióloga e foi eleita vereadora da Câmara do Rio com 46.502 votos. Ela era formada pela PUC-Rio e fez mestrado em Administração Pública pela UFF (Universidade Federal Fluminense). Ela foi a quinta mais votada nas eleições de 2016.

Há duas semanas, a vereadora assumiu a função de relatora da Comissão da Câmara de Vereadores do Rio criada para acompanhar a atuação das tropas na intervenção federal na área de segurança do Rio e denunciou uma ação de PMs do Batalhão de Irajá na Favela de Acari.

A Polícia Civil investiga o caso e apura a tese de execução da vereadora. Foram recolhidas nove cápsulas no local. Marielle foi atingida por pelo menos quatro tiros na cabeça. O motorista Anderson Pedro Gomes também morreu no local.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos