Queda precoce e torcida por título rival: a "louca" rodada final do Carioca

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Luciano Belford/AGIF

    Vasco e Botafogo fazem o clássico da última rodada da Taça Rio

    Vasco e Botafogo fazem o clássico da última rodada da Taça Rio

Em um Campeonato Carioca marcado por baixos públicos e desinteresse, o regulamento da competição dá um nó na cabeça do torcedor. Os grandes clubes da capital fluminense chegam à última rodada da Taça Rio [todos os jogos começarão às 16h] ameaçados de não disputarem a semifinal da segunda etapa da competição e, pior, alguns têm risco de ficar fora da fase final do Estadual.

Os únicos que já estão com o passaporte carimbado para a reta decisiva são o Flamengo, campeão da Taça Guanabara e já garantido pela pontuação geral, e o Fluminense, já com pontos suficientes na classificação. O Flu não sabe se brigará pelo returno, mas está dentro da fase final. Um empate diante da Cabofriense mantém os tricolores na disputa pelo segundo turno.

O Vasco, por sua vez, vive situação das mais confusas. Se perder o clássico diante do Botafogo [também ameaçado nas duas frentes], o Cruz-maltino tem de torcer por derrotas de Flamengo e Cabofriense para seguir vivo. Acabou aí? Não. Para estarem na semi geral do torneio, os comandados de Zé Ricardo teriam também de secar Portuguesa e Boavista, concorrentes a um lugar no melhor da festa.

Se uma combinação de resultados deixar o Vasco ainda com chances na Taça Rio, mas fora do grupo dos quatro melhores classificados, os vascaínos se veriam obrigados a levantar a taça do returno. Se isso não for possível, ainda teriam de chegar ao cúmulo de torcer para o Flamengo para permanecerem na briga. Caso o Fla vença a Taça Rio, o quinto colocado geral jogaria a semifinal do Carioca. 

O Botafogo, por sua vez, se garante nas duas frentes se bater o Vasco, mas um empate poderá ser o bastante se a Portuguesa não vencer o Flamengo. Já uma derrota tira o Bota da Taça Rio, mas a luta pelo título estadual segue acesa se a Lusa não vencer os rubro-negros. Se a equipe da Ilha ganhar o jogo e o Botafogo cair para o Vasco, critérios de desempate selarão o destino do clube no torneio. Assim como o Vasco, o time de Alberto Valentim poderia ser beneficiado com o título da Taça Rio pelo Flamengo.

Pegue a sua calculadora e confira o manual de sobrevivência do seu time nesta última rodada:

Botafogo
Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Para a Taça Rio: Com 10 pontos no Grupo C, os alvinegros encaram o Vasco na última rodada. Vitória garante a equipe de Alberto Valentim na semi da Taça Rio, mas desde que a Portuguesa não vença o Flamengo [vaga seria definida no saldo de gols em caso de triunfo de ambos]. Empate também poderá ser suficiente, mas seguirá na dependência de um tropeço da Lusa ante o maior rival. Derrota elimina o time, que perde para os rubro-verdes nos critérios de desempate.

Para a semi do Carioca: O Bota tem 19 pontos e ocupa a terceira colocação geral na tabela. Independentemente de conseguir ou não um lugar na Taça Rio, um empate no clássico será o bastante para garantir um lugar na fase decisiva da competição. Se perder o jogo de hoje e a Portuguesa bater o Flamengo, o Botafogo será ultrapassado por Vasco e Portuguesa, o que fará com que só uma conquista da Taça Rio por parte do Flamengo recoloque a equipe na disputa, visto que herdaria a vaga de 5º melhor colocado no geral.

Flamengo
Thiago Ribeiro/AGIF

Para a Taça Rio: Uma vitória sobre a Portuguesa coloca o Rubro-negro na semifinal da Taça Rio. Caso empate ou perca, terá de torcer para a Cabofriense não derrotar o Fluminense em Bacaxá. Este cenário eliminaria o Flamengo da disputa pelo título do segundo turno.

Para a semi do Carioca: Campeão da Taça Guanabara, os rubro-negros já têm lugar garantido na fase decisiva. Um eventual título da Taça Rio daria ao time o bônus de jogar por um empate o jogo único da final do Carioca.

Fluminense
Thiago Ribeiro/AGIF

Para a Taça Rio: O Flu é o grande com a posição mais cômoda nesta última rodada. Com 13 pontos ganhos, até uma derrota para a Cabofriense poderá não significar nada, mas Botafogo e Portuguesa não poderão sair vitoriosos de seu jogos para que um tropeço não traga consequências. Um empate tricolor é suficiente para a vaga.

Para a semi do Carioca: Os tricolores ocupam a segunda colocação geral e não saem mais do G-4. Lugar assegurado na briga pelo título do Carioca de 2018.

Vasco
Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

Para a Taça Rio: Vitória no clássico diante do Botafogo coloca o Cruz-maltino na semifinal da Taça Rio. Caso empate, Flamengo ou Cabofriense têm de empatar ou perder. Em caso de derrota no clássico, os vascaínos também teriam de torcer por derrotas dos dois perseguidores que ainda estão vivos na chave. Derrota combinada com empate dos dois adversários diretos leva a decisão das vagas para os critério de desempate.

Para a semi do Carioca: Só uma vitória contra o Botafogo garante 100% a equipe de Zé Ricardo na reta final. Se empatar, os cruz-maltinos terão de torcer contra Portuguesa e Boavista, os únicos que ainda podem alcançar o Vasco na classificação geral. A vaga na Taça Rio pode não ser suficiente para que o clube esteja entre os quatro melhores pontuadores de todo o torneio. Caso isto aconteça, o Vasco só se salvaria com o título do turno para estar na fase decisiva. Se não conseguir levantar o troféu, o Flamengo seria a tábua de salvação, já que um triunfo do rival [campeão da Taça GB] abriria vaga para o 5º colocado geral na semifinal que decidirá o caminho até o título do Carioca-2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos