Ferj revê lesão de João Paulo, volta atrás de decisão e afasta árbitro

Do UOL, no Rio de Janeiro

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), através de sua Comissão de Arbitragem (Coaf-RJ), voltou atrás de sua decisão e decidiu por suspender por tempo indeterminado o árbitro Leonardo Cavaleiro em função do lance que originou a grave lesão do meia João Paulo, do Botafogo, no clássico com o Vasco, no último domingo, pelo Campeonato Carioca.

Ainda na noite de domingo, a Ferj havia emitido um comunicado alegando que Cavaleiro deveria expulsar o atacante vascaíno Rildo, responsável pelas duas fraturas na perda direita de João Paulo ao entrar de sola em uma dividida com o alvinegro. A entidade, no entanto, naquela ocasião, não interpretava que o árbitro deveria ser suspenso.

Divulgação / Ferj
Documento da Ferj que suspende árbitro do clássico por tempo indeterminado

Ainda na tarde desta terça-feira, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) havia solicitado uma suspensão preventiva de Rildo, mas o presidente, Marcelo Jucá, indeferiu o pedido.     

Veja abaixo o comunicado da Ferj em seu site oficial:

"Após reunião na sede da FERJ, na tarde desta terça-feira (20/03), com dirigentes do Botafogo, a COAF-RJ, depois de rever e analisar novamente o lance que originou a lesão do jogador João Paulo, do Alvinegro, pelo vascaíno Rildo, optou pelo afastamento do árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro, que apitou o clássico do último domingo (18), entre Botafogo e Vasco, pela última rodada da Taça Rio".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos