TJD pede suspensão preventiva de Rildo por lesionar gravemente João Paulo

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) solicitou nesta terça-feira uma suspensão preventiva do atacante Rildo, do Vasco, após lesionar gravemente o meia João Paulo, do Botafogo, no clássico entre as equipes no último domingo pelo Campeonato Carioca.

O caso será analisado pela 5ª Comissão Disciplinar Regional que, em breve, levará o jogador cruzmaltino a julgamento.

O lance aconteceu logo aos 2 minutos do primeiro tempo após uma dividida entre os dois atletas em que João Paulo acabou sendo "solado" por Rildo. O alvinegro levou a pior e acabou fraturando sua perna direita em duas partes. Ele passou por cirurgia na última segunda-feira e ficará, no mínimo, seis meses se recuperando.

A Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Coaf-RJ) analisou as imagens e, em comunicado oficial, alegou que o árbitro Leonardo Cavaleiro deveria expulsar Rildo, mas descartou a possibilidade de suspensão da autoridade. A postura causou revolta no Botafogo. Já o Vasco saiu em defesa de seu atleta.

"Sobre o João Paulo, infelizmente soubemos que foi grave. Rildo não é violento, é leal. Infelizmente aconteceu. Torcemos por ele (João Paulo)", declarou o técnico Zé Ricardo.

Botafogo e Vasco voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, no estádio Nilton Santos, pelas semifinais da Taça Rio. O Cruzmaltino tem a vantagem do empate.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos