"Não entro em campo para ser centro das atenções", diz Diego sobre cobrança

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/Flamengo

    O meia Diego lida com cobranças por protagonismo no Flamengo

    O meia Diego lida com cobranças por protagonismo no Flamengo

O meia Diego concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (26) no Flamengo. O tema foi a semifinal do Campeonato Carioca contra o Botafogo, mas também as cobranças recebidas para que o seu desempenho faça a diferença a favor do Rubro-negro.

Questionado se sentia falta de ser mais decisivo no Flamengo, o camisa 10 respondeu e citou alguns pontos em que considera o futebol positivo para o time.

"É uma posição que conquistei. Isso gera uma expectativa. Se as pessoas cobram, sabem o que posso render. Fui decisivo em alguns momentos, mas nem sempre você vai fazer o gol da vitória aos 40 minutos do segundo tempo. Existem outras formas de ajudar, como passes decisivos e articulação de jogadas", afirmou, acrescentando.

"Não estou dizendo que não pode ser melhorado. Sei da minha responsabilidade e assumo isso. Se for com gol, perfeito. Se não for, o objetivo é vencer. Não entro em campo para ser centro das atenções. Quero sair com os três pontos", completou.

Sobre a vantagem do empate no duelo diante do Botafogo, quarta-feira (28), às 21h45, no Maracanã, Diego ressaltou o benefício, mas deixou claro que o Rubro-negro entrará em campo para vencer.

"Uma vantagem do empate no clássico é considerável. Disse isso contra o Fluminense. Não vamos entrar em campo para nos defender, mas temos que ser inteligentes. É sempre maravilhoso jogar no Maracanã. É muito bom voltar, apesar de o gramado estar em péssimas condições. Mas não será desculpa. Vamos para vencer", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos