Com gol aos 50, Vasco vence Flu e faz 3ª final com Botafogo em 4 anos

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Vasco está na final do Campeonato Carioca. Em uma partida com duas viradas e emoção até o fim, o time cruzmaltino marcou aos 50 minutos da etapa final, venceu o Fluminense por 3 a 2, nesta quinta-feira (29), no Maracanã, e se classificou para enfrentar o Botafogo na decisão. O gol da vitória foi marcado por Fabrício, em lance que gerou muita reclamação do lado tricolor.

O jogo foi marcado por duas viradas. O Vasco saiu na frente no placar com Giovanni Augusto. Pedro e Soroza marcaram e colocaram o Flu em vantagem. Mas Paulinho e o gol salvador de Fabricio no fim garantiram a classificação cruzmaltina.

Esta será a terceira final do Carioca entre Vasco e Botafogo nos últimos quatro anos. Nas duas primeiras a equipe de São Januário levou a melhor. A decisão acontecerá em dois jogos, sendo o primeiro no próximo domingo (1) e o outro dia 8 de abril. 

Início empolgante

O clássico começou agitado. Logo aos 5 minutos, Riascos chutou e deu um susto na torcida do Fluminense. O Tricolor, porém, reagiu no minuto seguinte com um chute perigoso do lateral Ayrton Lucas.

Linda caneta e gol do Vasco!

O gol do Vasco aconteceu aos 26 minutos do primeiro tempo, quando Yago  Pikachu deu uma caneta em Richard e cruzou. A zaga rebateu e, na sobra, Giovanni Augusto chegou fuzilando a meta de Julio Cesar.

Lençol

Aos 33 minutos do primeiro tempo, o lateral-esquerdo Fabricio levantou a galera do Vasco ao aplicar um lençol em Gilberto no campo de defesa.

Empate do Flu

O gol de empate do Fluminense aconteceu aos 38 minutos do primeiro tempo, quando Gilberto deu uma finta de corpo em Fabrício e cruzou para trás, encontrando Pedro que, com faro de artilheiro, empurrou para o fundo da rede. O jovem se isolou na artilharia da competição.

A virada

Logo aos 3 minutos do segundo tempo, o Fluminense teve uma falta na meia-lua vascaína. Sornoza cobrou, a bola passou no meio da barreira cruzmaltina, bateu na trave direita e entrou. A virada tricolor. 

Promessa vascaína resolve

Menino de ouro, Paulinho entrou no segundo tempo e mostrou o motivo pelo qual está sendo observado por clubes europeus. Ele arrancou com a bola aos 24 minutos, tabelou com Wellington, recebeu de volta e chutou com categoria, no canto direito, sem chance para o goleiro Julio Cesar. Foi o empate do Vasco. 

Raspou a trave

Aos 33 minutos do segundo tempo, Sornoza cruzou na área e Ibañez cabeceou bonito. A bola passou rente à trave de Martín Silva. 

Flu fica na bronca com arbitragem

Os jogadores do Fluminense ficaram na bronca com a arbitragem ao fim do jogo. O motivo da reclamação foi o lance que originou o terceiro gol do Vasco, quando a bola saiu pela lateral em favor do Tricolor, mas o árbitro Rodrigo Nunes de Sá deu para o Cruzmaltino. Após a cobrança, o time de Zé Ricardo construiu a jogada que acabou no tento de Fabrício. Sornoza foi um dos mais exaltados.

Sornoza, Marcos Júnior e Paulinho se recuperam; Evander fica fora

Antes da partida, Sornoza e Marcos Júnior, pelo Fluminense, e Paulinho e Evander, pelo Vasco, eram dúvidas por conta de lesões. Os tricolores se recuperaram e Paulinho também, começando no banco, mas Evander fez um teste no vestiário e não passou, ficando vetado.

Segundo jogo de Giovanni

O meia Giovanni Augusto fez apenas sua segunda partida pelo Vasco. O jogador, que está emprestado pelo Corinthians, se lesionou em sua estreia, diante da Portuguesa (RJ). Este foi seu primeiro gol pelo clube.

Se estranharam

Os meias Jadson, do Fluminense, e Wagner, do Vasco, passaram o primeiro tempo se estranharam e chegaram a trocar "delicadezas" dentro da área tricolor. A arbitragem não viu.

Duelo de "ex"

O clássico marcou o duelo de jogadores com seus antigos clubes. Pelo lado do Fluminense, o lateral-direito Gilberto, que até o ano passado estava em São Januário. No Vasco, o meia Wagner, que foi campeão brasileiro de 2012 pelo Tricolor.

Patrocínios e apoio

O Vasco atuou nesta quinta-feira com um patrocínio pontual nas mangas de uma rede de supermercados. Os valores não foram divulgados. No local do patrocínio máster, o clube exigiu a logo da campanha "Vasco Dívida Zero", criada por torcedores e com o objetivo de diminuir os débitos cruzmaltinos com o Governo.

FLUMINENSE 2 X 3 VASCO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Auxiliares: Silbert Faria Sisquim e Jackson Lourenço Massara
Público e renda: 21.788 pagantes / R$ 580.325,00
Cartões amarelos: Renato Chaves, Ibañez, Marcos Júnior, Richard, Pablo Dyego (FLU); Rafael Galhardo, Paulão, Erazo (VAS)

Gols: Giovanni Augusto (VAS), aos 26 min, e Pedro (FLU), aos 38 min do primeiro tempo; Sornoza (FLU), aos 3 min; Paulinho (VAS), aos 24 min, e Fabrício (VAS), aos 50 min do segundo tempo

Fluminense
Julio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza (Douglas) e Ayrton Lucas; Marcos Júnior (Marlon) e Pedro (Pablo Dyego)
Técnico: Abel Braga

Vasco
Martín Silva, Rafael Galhardo (Andrés Rios), Erazo, Paulão (Thiago Galhardo) e Fabrício; Desábato, Wellington, Wagner (Paulinho), Giovanni Augusto e Yago Pikachu; Riascos
Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos