Campeão, Botafogo tem menor folha salarial entre grandes e só 30% do Fla

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Botafogo superou o Vasco nos pênaltis e conseguiu conquistar o título do Campeonato Carioca. O triunfo reserva algumas curiosidades que engrandecem ainda mais o feito do clube de General Severiano. O grupo que levantou a taça no Maracanã tem a menor folha salarial entre os grandes do Rio de Janeiro: apenas R$ 3 milhões.

Para se ter uma ideia de como a quantia é considerada baixa, o Botafogo pagaria apenas 30% da folha salarial do Flamengo, que custa R$ 9 milhões nos últimos anos da gestão Eduardo Bandeira de Mello. Os salários de Diego, Diego Alves, Henrique Dourado, Everton Ribeiro e Guerrero, juntos, recebem o mesmo que os 34 atletas campeões.

O Vasco, rival da final, fica entre os dois e gasta R$ 4,5 milhões mensais com atletas do elenco.

A folha do Botafogo, no entanto, é a mesma do Fluminense, que acabou eliminado pelo Vasco na semifinal da competição. Isso porque o Tricolor, no início do ano, se livrou de cinco jogadores que tinham salário muito alto e não se encaixavam na nova realidade do clube das Laranjeiras. Diego Cavalieri, Henrique, Henrique Dourado, Wellington Silva e Orejuela são exemplos.

No Botafogo o maior salário é o de Jefferson, que recebe R$ 380 mil. Léo Valência, contratado junto ao Unión Española-CHI no ano passado, recebe R4 350 mil entre salário e luva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos