Topo

Carioca - 2019


Ano novo, velhos problemas! Botafogo sofre com desempenho de centroavantes

Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo
Kieza tem contrato até o fim do ano com o Botafogo, mas não tem agradado Imagem: Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-01-25T04:00:00

25/01/2019 04h00

O Botafogo terminou a temporada passada com uma grande rejeição aos camisas 9. Com a virada de ano, esperava-se que um novo centroavante fosse contratado, mas isso não ocorreu. Brenner deixou o clube, mas Kieza e Aguirre seguem com a função de serem o homem-gol do time. A dupla se revezou nos dois primeiros jogos e o resultado foi exatamente o mesmo. Nada de gols e atuações bem questionáveis.

Leia Mais

Kieza iniciou a temporada como titular diante da Cabofriense. Luiz Fernando marcou o único gol do Botafogo. O time da Região dos Lagos ainda empatou no primeiro tempo e conseguiu a virada na etapa complementar. Kieza não teve sequer chance de estufar as redes e passou os minutos brigando com os zagueiros adversários.

Para a segunda rodada, contra o Bangu, o técnico Zé Ricardo realizou algumas mudanças e lançou Aguirre no time titular. As equipes tiveram algumas oportunidades, mas o zero não saiu do placar. O uruguaio, assim como o concorrente, não aproveitou a oportunidade e deu apenas um chute a gol, de fora da área e sem precisão.

"Estava no nosso planejamento que o Aguirre jogasse uma partida e o Kieza a outra. Os dois estão se empenhando muito nos treinamentos. Kieza viria para o banco, mas teve uma bolha no pé", disse Zé Ricardo, técnico do Botafogo.

A verdade é que o time do Botafogo não joga em função do camisa 9, mas ao contrário. Assim, é comum ver Kieza ou Aguirre saindo bastante da área para armar jogadas para os companheiros. Consequentemente, não é incomum vê-los longe de onde a jogada foi finalizada.

E essa forma de jogar muitas vezes funciona para jogadores de velocidade que entram na área, casos de Erik e Luiz Fernando. Não à toa a dupla foi destaque na reta final do Campeonato Brasileiro, quando a equipe já tinha o mesmo estilo de jogo.

Além da dupla, o Botafogo ainda aposta no jovem Igor Cássio, o único que ainda não teve uma oportunidade até o momento. Para o clássico com o Flamengo, no sábado, o Alvinegro deve ter Aguirre no time titular, já que Kieza pode ter problemas por conta de uma bolha no pé.