Monaco é a sensação da Europa em 2017. Mas joga com estádio "às moscas"

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • Reuters / Eric Gaillard

    Mbappé e Falcao comemoram gol do Monaco contra o Borussia Dortmund

    Mbappé e Falcao comemoram gol do Monaco contra o Borussia Dortmund

O futebol ofensivo, cheio de gols e líder na França não é capaz de atrair o interesse do público. O Monaco convive com o problema de não lotar o estádio no Campeonato Francês e sofre até mesmo na reta final da competição que está prestes a conquistar - time tem três pontos de vantagem para o PSG restando quatro rodadas para o final.

A média de público de 8.770 pagantes no estádio Louis II é a pior da competição. Na vitória deste último sábado, por 3 a 1, contra o Toulouse foram 9.600 pagantes. Número ainda inferior à média de qualquer outro clube.

No Campeonato Francês, a melhor média de público é a do PSG, com 46 mil pagantes. O clube mais próximo ao Monaco é o Dijon, o 18º lugar, com 9.800 de média.

A falta de público no estádio tem como fator principal a localização. Além de ser um time do Principado de Mônaco, de apenas 37 mil habitantes, o Louis II fica localizado em uma estrada sem acesso de transporte público.

O estádio tem capacidade apenas para 18 mil pessoas. E a média de pagantes indica que 47% dos ingressos são vendidos para o Campeonato Francês. O número também é o pior da competição.

O preço do ingresso não é o problema. Diante do Toulouse, o Monaco comercializou ingressos a 30 euros (cerca de R$ 100). O valor é um dos menores na França.

"Nosso estádio só lota quando enfrentamos um time grande ou em jogos de Champions League. Se é um jogo normal, fica vazio. Não é o ideal, mas estamos acostumados", comentou o lateral direito no Monaco, Fabinho, em entrevista ao UOL Esporte.

"A curiosidade é que sempre que vamos jogar fora, nossa área da torcida fica lotada. Sempre temos muito mais torcida do Monaco fora de casa do que em casa. Acho que vir para Monaco dificulta. Fora do Principado, na França, nossa torcida é maior", complementou.

Na Liga dos Campeões, o Monaco vive melhor momento, chegando a lotar o estádio nas quartas de final contra o Borussia Dortmund. Para a semifinal, a expectativa contra a Juventus nesta terça-feira, também é de casa cheia. Os poucos ingressos restantes estão com variação de preço entre 450 à 950 euros (de R$ 1.500 a R$ 3.300).

UOL Cursos Online

Todos os cursos