Neymar é expulso, mas Cavani salva PSG em clássico na França

Do UOL, em São Paulo

Com gol de Cavani nos acréscimos, o Paris Saint-Germain arrancou empate por 2 a 2 do Olympique de Marselha neste domingo, no estádio Vélodrome. Neymar marcou o primeiro gol da equipe visitante, mas foi expulso no segundo tempo após se envolver em confusão com um rival. 

O resultado manteve a equipe parisiense invicta na liderança do Campeonato Francês, com 26 pontos, quatro de vantagem para o Monaco. Já o Olympique, que também contou com gol brasileiro no clássico (Luiz Gustavo), aparece em quinto, com 18. 

Sem Neymar, que cumprirá suspensão, o PSG volta a campo na próxima sexta-feira, quando recebe o Nice. Já o time de Marselha visita o vice-lanterna Lille no domingo.

Brasil em campo

Além de Luiz Gustavo e Neymar, Thiago Silva, recuperado de lesão, voltou a formar a dupla de zaga titular da equipe da capital com Marquinhos. Ambos tiveram atuação satisfatória. Daniel Alves, lesionado, deu lugar a Meunier. Lucas Moura não foi relacionado por opção do técnico Unai Emery. 

Lembra dele?

Nem Neymar, nem Cavani, nem Mbappé. Quem abriu o placar do clássico foi Luiz Gustavo. O volante, titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014, teve liberdade e arriscou um chute bem de longe aos 16 minutos do primeiro tempo. A bola pegou efeito e morreu no canto de Areola. Foi tão de longe que não dá para isentar o goleiro da equipe parisiense de culpa no lance...

Cavani erra, Neymar acerta

O PSG sofreu com a marcação dos donos da casa no início, mas aos poucos tomou as rédeas da partida. Antes de Luiz Gustavo marcar, Kurzawa e Cavani perderam boas chances. O uruguaio voltaria a falhar logo depois da abertura do placar, quando desviou de joelho cruzamento na pequena área e errou o alvo.

Mas a igualdade não demoraria a chegar. Aos 33 minutos, Rabiot fez grande jogada e rolou para Neymar. O brasileiro bateu cruzado, sem chances de Mandanda. Décimo gol do camisa 10 no futebol francês - e a sensação de que a noite do astro seria positiva.

Opaaa!

Na volta para o segundo tempo, o PSG reclamou muito com a arbitragem. Aos 9 minutos, Mbappé tentou jogada individual, Amavi fez o corte e na sequência tocou com a mão na bola. A arbitragem mandou o jogo seguir. 

Olympique na frente de novo

A etapa final seguiu com o PSG com mais posse de bola, mas sem criar chances de gol. Emery trocou Thiago Motta por Draxler na tentativa de mudar o cenário, sem sucesso. E quem marcou foi o Olympique. N'Jie insistiu na disputa pela bola com Rabiot na entrada da área, ganhou e cruzou para Thauvin estufar as redes aos 34 minutos.

Neymar expulso

E o primeiro clássico contra o Olympique não terminou nada bem para o camisa 10 do PSG. Pouco depois de levar amarelo por reclamação, Neymar sofreu falta sem bola de Ocampos, ficou irritado e deu uma peitada no adversário, que desabou. Amarelo para os dois, e o brasileiro acabou indo para o vestiário mais cedo. 

Cavani salva

E ironicamente coube a Cavani a missão de salvar o PSG da primeira derrota no Francês. Aos 48 minutos, o uruguaio bateu falta com perfeição e definiu a igualdade. Será que ele cobraria se Neymar tivesse em campo?

Cenas lamentáveis e festa

Philippe Laurenson/Reuters

Com cânticos e sinalizadores, a torcida do Olympique deu um espetáculo à parte e transformou o Vélodrome num caldeirão. Cada desarme da equipe era comemorado como um gol, e os visitantes ouviam uma sonora vaia enquanto tinham a posse de bola.

Antes de a bola rolar, porém, integrantes de uma organizada entraram em confronto com a polícia nos arredores do estádio. E vale ressaltar que o clássico foi disputado com torcida única justamente para prevenir incidentes como este.

Cenas lamentáveis voltaram a ser registradas quando alguns torcedores jogaram objetos na direção de Neymar quando o brasileiro foi bater dois escanteios

Ficha Técnica

Olympique 2 x 2 PSG

Data: 22 de outubro de 2017
Local: Estádio Vélodrome, em Marselha (FRA)
Hora: 17h00 (de Brasília)
Árbitro: Ruddy Buquet
Cartões Amarelos: Sakai, Mitroglou, Sanson, Ocampos (Olympique); Mbappé, Neymar (PSG).
Cartão Vermelho: Neymar

Gols: Luiz Gustavo, aos 16 minutos, e Neymar, aos 33 minutos do primeiro tempo; Thauvin, aos 34, e Cavani, aos 48 minutos do segundo tempo.

Olympique: Mandanda; Sakai, Rami, Rolando e Amavi; Anguissa e Luiz Gustavo; Thauvin (Sarr), Payet (Sanson) e Ocampos; Mitroglou (N'Jie). Treinador: Rudi Garcia

PSG: Areola; Meunier, Marquinhos, Thiago Silva e Kurzawa; Verratti, Thiago Motta (Draxler) e Rabiot; Mbappé (Di María), Cavani e Neymar. Treinador: Unai Emery.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos