Jogador do Lyon provoca torcida rival em clássico, e gramado é invadido

Do UOL, em São Paulo

O Lyon já vencia o clássico contra o Saint-Étienne por 4 a 0 quando Nabil Fekir fez o quinto dos visitantes e provocou a torcida adversária. Resultado: os torcedores invadiram o gramado do estádio Geoffroy-Guichard e obrigaram o árbitro a interromper o jogo aos 39 minutos do segundo tempo. O duelo só retornou cerca de 30 minutos depois, e o placar não mudou mais.

Após balançar as redes pela segunda vez na partida, Fekir tirou a camisa e a mostrou para os torcedores do Saint-Étienne. Revoltados, eles entraram em campo para agredir o jogador do Lyon, e a polícia precisou conter os ânimos e evitar que os mais exaltados invadissem os vestiários.

Já com a partida interrompida, o técnico do Lyon, Bruno Génésio, criticou a atitude de seu jogador. "Eu acho que nós temos que ficar modestos. Não havia motivo para provocar", afirmou.

Esta foi a segunda interrupção na partida. Logo no começo do primeiro tempo, o jogo ficou parado por seis minutos pela fumaça vinda dos sinalizadores da torcida.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos