Neymar deixa estádio de muletas, mas tranquiliza companheiros de PSG

João Henrique Marques, colaboração para o UOL

De Paris

Após sentir dores no tornozelo direito e sair do jogo chorando, Neymar deixou o estádio Parque dos Príncipes de muletas neste domingo (25). Apesar das imagens fortes e do choro no gramado, o craque tranquilizou os companheiros de Paris Saint-Germain e disse que não sentia dores.

O brasileiro seguiu para o American Hospital of Paris, hospital de elite na capital francesa e localizado a cerca de quatro quilômetros do estádio. Lá ele realiza exames complementares para conhecer a fundo a dimensão da lesão. O UOL Esporte apurou que Neymar avisou os outros brasileiros do PSG que ficassem tranquilos, pois já não tinha dores. Ainda assim, o zagueiro Marquinhos foi ao hospital, assim como o diretor Maxwell e o presidente Nasser Al-Khelaifi.

Segundo o técnico Unai  Emery, os primeiros exames feitos ainda no vestiário apontaram uma entorse. "Os primeiros exames realizados no vestiário mostram uma entorse, mas faremos mais exames para descobrir mais. Ele está mais quieto agora, e seremos pacientes antes de decidirmos [se Neymar joga na quarta-feira]", declarou Emery, referindo-se ao próximo jogo do PSG, que será mais uma vez contra o Olympique de Marselha, no meio de semana, pela Copa da França.

O capitão Thiago Silva, pelo contrário, opinou opinou que o craque provavelmente não estará em campo. "O tornozelo já estava inchado [durante o atendimento médico]. Acho que ele não estará disponível", afirmou.

O lance aconteceu nos minutos finais da vitória do PSG por 3 a 0 sobre o Olympique de Marselha, neste domingo. Neymar desacelerou a passada e acabou pisando em falso, imediatamente sentiu a dor e caiu no gramado. Cercado por companheiros, o brasileiro recebeu atendimento médico e saiu de maca.

A preocupação em torno da contusão se dá principalmente pelo momento da temporada. O Paris tem jogo importantíssimo contra o Real Madrid no próximo dia 6, quando decide sua vida na Liga dos Campeões da Europa. Além disso, Neymar é a maior esperança da seleção brasileira para a Copa do Mundo que será disputada na Rússia entre junho e julho.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos