Com dois de Mbappé e Thiago Motta expulso, PSG derrota Angers no Francês

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS

Ainda de ressaca pela eliminação na Liga dos Campeões, o PSG mostrou que ainda sobra no Campeonato Francês. Em jogo adiantado da 31ª rodada, o time da capital bateu nesta quarta-feira (14) o Angers por 2 a 1, embora tenha jogado quase a partida inteira com um homem a menos. Mbappé fez os gols dos anfitriões, enquanto Toko Ekambi descontou para os visitantes no Parque dos Príncipes.

A vitória leva o Paris Saint-Germain aos 80 pontos, 17 a mais que o vice líder Monaco, que tem um jogo a menos. O Angers é o 14º colocado, com 32, quatro a mais que o Troyes, primeiro time da zona de rebaixamento.

REUTERS

Thiago Motta tem partida curta

O veterano Thiago Motta durou apenas 15min em campo nesta quarta-feira. Titular do PSG, o volante ítalo-brasileiro foi expulso direto por pisar em Romain Thomas em uma disputa de bola. A arbitragem demorou para definir o que fazer, porém ao ver que o jogador do Angers sofreu arranhões na altura da costela, decidiu pela dura punição ao atleta do time parisiense.

PSG domina 1º tempo, mas leva pressão no fim

Na medida do possível, Unai Emery mandou a campo um time com força máxima. Titulares costumeiros nos últimos jogos, Areola, Berchice e Rabiot foram banco, porém suas ausências não significaram uma diferença significativa na equipe titular, que dominou com facilidade o Angers. Enquanto o duelo tinha igualdade numérica, o time visitante viu os anfitriões saírem na frente cedo.

REUTERS

Mbappé recebeu enfiada de bola de Draxler pela ponta direita, bateu de primeira e saiu para comemorar a abertura de placar no Parque dos Príncipes aos 12min. Thiago Motta foi expulso pouco depois, mas mesmo com um jogador a menos, os parisienses seguiram com o domínio da partida. Aos 25min, Mbappé ampliou em jogada iniciada com um longo lançamento de Thiago Silva para Kurzawa. O lateral recebeu em velocidade na área adversária, e cruzou rasteiro para o atacante, que mandou para as redes novamente de primeira.

Com dois gols de vantagem, o ritmo dos parisienses diminuiu, permitindo que o Angers crescesse e ameaçasse o gol de Trapp. O goleiro alemão mostrou segurança e não deixou nada passar até o término do primeiro tempo. No segundo, os visitantes subiram a marcação, tentando atrapalhar as trocas de passes do PSG. A estratégia gerou melhores chances ao Angers, que descontou aos 30min com Toko Ekambi.

Mbappé é preciso como atacante e "zagueiro"

Com mais espaço por conta da lesão de Neymar, Mbappé foi o destaque do PSG diante do Angers. O jovem atacante francês foi letal no primeiro tempo, usando finalizações de primeira para marcar primeiro e segundo gols do time parisiense. No segundo tempo, no entanto, o jogador de 19 anos teve uma intervenção digna de grande zagueiro.

Após uma jogada bem articulada do PSG, Di María finalizou para marcar o terceiro gol da noite, porém no meio do caminho encontrou Mbappé, em posição irregular. O francês não só bloqueou o chute do argentino em cima da linha, como tornou ilegal o rebote de Verratti. O italiano chegou a mandar para as redes, mas a arbitragem já tinha marcado impedimento.

Daniel Alves e Thiago Silva têm boa atuação

Marquinhos e Neymar desfalcaram o PSG, lesionados. Outros brasileiros do elenco, Daniel Alves e Thiago Silva atuaram durante os 90 minutos e realizaram uma boa apresentação. O zagueiro e capitão mostrou segurança em seu setor e iniciou a jogada do segundo gol de Mbappé, com belo lançamento para Kurzawa. Já o lateral direito foi eficiente na defesa e quase anotou o seu no ataque, com uma finalização de canhota da entrada da área que exigiu defesa difícil de Butelle.

UOL Cursos Online

Todos os cursos