Após goleada do PSG, Ganso reclama do Amiens: "Falta coragem"

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris

  • Reuters/Benoit Tessier

    Ganso em ação pelo Amiens contra o PSG

    Ganso em ação pelo Amiens contra o PSG

Paulo Henrique Ganso reclamou da atuação do Amiens na goleada sofrida fora de casa por 5 a 0 para o Paris Saint-Germain, no Parque dos Príncipes, no Campeonato Francês. O brasileiro citou a superioridade técnica do adversário, mas cobrou atenção do time e coragem em momentos da partida.

"A equipe do Paris é muito forte. Se a gente toma um gol pela qualidade deles é uma coisa, mas dois gols da mesma forma em escanteio fica complicado. Isso não pode acontecer", disse Ganso reclamando dos gols feitos por Marquinhos e Rabiot em jogadas semelhantes de escanteio. 

O camisa 8 do time ainda fez elogios à qualidade técnica dos jogadores de seu time, mas citou a falta de coragem como fator que impede o crescimento da equipe.

"O time joga bem, sabe tocar a bola. Falta coragem por aqui. Sabemos que esse jogo de hoje era muito complicado, mas o time pode render mais", destacou.

"Precisamos atacar mais, pois temos essa qualidade. O toque de bola, infiltração e precisamos fazer mais isso", complementou.

Ganso atua pelo Amiens há pouco mais de um mês. O jogador garantiu estar satisfeito com a escolha de deixar o Sevilla rumo ao clube francês.

"Estou me sentindo bem agora, melhorando pouco a pouco. Agora saindo do hotel e encontrando um lugar para morar por lá. Ainda tem dificuldade de comunicação, mas estou evoluindo".

O duelo contra o PSG era de grande expectativa por conta do reencontro com Neymar. Ele não aconteceu, pois o camisa 10 do PSG ganhou folgas por conta do cansaço demonstrado após as partidas da seleção brasileira na Arábia Saudita.

"Uma pena (Neymar não jogar). Ele descansou hoje e espero que possa fazer uma grande partida na quarta-feira na Champions  League (diante do Napoli)", disse.

UOL Cursos Online

Todos os cursos