Topo

Esporte


Preocupado, Tuchel admite "má sorte" e diz: "Não temos um segundo Cavani"

REUTERS/Gonzalo Fuentes
Cavani se machuca ao bater pênalti e precisa ser substituído no PSG Imagem: REUTERS/Gonzalo Fuentes

Do UOL, em São Paulo

2019-02-09T17:15:46

09/02/2019 17h15

Thomas Tuchel, treinador do Paris Saint-Germain, não deixou o Parque dos Príncipes feliz neste sábado (9). Mesmo com a vitória sobre o Bordeaux por 1 a 0, o comandante dos parisienses saiu do estádio preocupado com a condição física de Cavani, que deixou o gramado com um incômodo muscular após converter uma cobrança de pênalti.

A apreensão de Tuchel é ainda maior devido ao próximo compromisso do PSG na temporada. Na próxima terça-feira (12), o clube francês encara o Manchester United, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

"Se ele sai após os 43 minutos do primeiro tempo, é óbvio que eu estou preocupado. Bater na bola e ter que sair é preocupante. Se Edi [Edinson Cavani] não está lá em Manchester, é claro que é um problema grande", disse o técnico em entrevista à "ESPN".

Caso o atacante uruguaio não se recupere a tempo de disputar a partida no Old Trafford, ele se juntará a Neymar na lista de desfalques do PSG. Questionado se o clube está com azar, Tuchel confirmou. "Sim, tem havido muita má sorte. Se os seus principais jogadores não estão lá, é diferente. Nós não temos um segundo Edi ou um segundo Neymar", declarou.

Após o término da partida, o treinador do time vermelho e azul revelou que não conversou com o médico do clube para saber o grau da lesão.

"Não é uma boa notícia. Talvez não seja o músculo principal (coxa). De qualquer forma, devemos esperar. Ainda não vi Edi nem o médico. Para enfrentar o Manchester Unided, eu não sei ainda, eu simplesmente não sei ", encerrou.

Mais Esporte