UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
15/01/2010 - 09h18

Jogadores do Grêmio preferem o 4-4-2 para o início do Campeonato Gaúcho

Marinho Saldanha
Em Bento Gonçalves (RS)
  • O jovem meio-campista Adílson é um dos que aprovam o Grêmio jogando no 4-4-2 no Gaúchão

    O jovem meio-campista Adílson é um dos que aprovam o Grêmio jogando no 4-4-2 no Gaúchão

Em cada um dos jogos-treino que o Grêmio realizou na pré-temporada, em Bento Gonçalves, foi utilizado um sistema diferente. No primeiro, vencido por 8 a 0, foi adotado o 4-4-2, no segundo, um sofrido 2 a 0, o 3-6-1 foi o sistema. Os números não deixam dúvida de qual formação agradou mais. Os jogadores do Grêmio destacaram os motivos pelos quais preferem o sistema mais tradicional.

“Não que eu prefira, mas acho que pela característica, estamos mais adaptados ao 4-4-2. Mas também não é nada que não possamos resolver nos primeiros jogos do Estadual”, disse o volante Adilson. “Pela movimentação o jogo-treino contra o Flamengo foi muito bom. Temos que trabalhar todas as alternativas e esquemas. Vamos enfrentar vários adversários e várias situações onde precisaremos de alternativas. Com todas as dificuldades, os trabalhos duros da semana, estamos de parabéns e no caminho certo”, completou.

O meia Souza foi um dos mais sacrificados com a formação nova utilizada por Silas. Sem a parceria de Leandro,o jogador alternava a chegada na frente com Hugo. Marcado, perdeu a cabeça com um atleta amador.

“São jogadores que, por serem amadores, dão a vida. Não é a mesma coisa para nós, não está valendo 3 pontos. Você não vai colocar o pé como se fosse valendo. E os caras não, os caras jogam como se fosse valendo um prato de comida. Não da para se traçar um parâmetro mas agente sabe que, hoje, o time não foi bem e já gerou reclamações. O pessoal não pensa que fizemos 3 turnos ontem”, disse Souza ao término da partida de quinta-feira.

“Eu acho que o 4-4-2 foi o sistema que melhor nos adaptamos, até porque foi assim que terminamos o ano passado. A zaga está mais acostumada. Hoje ficamos muito atrás, quando se joga com 3 zagueiros tem que se sair mais. Isto porque estamos acostumados no 4-4-2. Mas eu sempre digo que é muito bom termos variações de sistema que acabamos usando nos campeonatos”, completou.

Depois da realização de exaustivos trabalhos na serra gaúcha, o Grêmio encerra a pré-temporada nesta sexta-feira. O volante Adilson rechaça a possibilidade do time chegar cansado ao início do Estadual. “Cansado eu acho que não. Os profissionais aqui sabem as dificuldades que iremos ter, então, provavelmente teremos uma recuperação melhor visando o jogo de domingo. Eu diria que a partir da terceira ou quarta partida começaremos a nos sentir melhor”, finalizou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host