UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
16/01/2010 - 07h00

Escalação do Grêmio para estreia no Estadual depende de dois jogadores

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre (RS)

Após nove dias de trabalhos na Serra Gaúcha, o Grêmio se prepara para o primeiro jogo oficial do ano. A partida contra o Pelotas, domingo, às 17h, no estádio Boca do Lobo, marca a estreia do técnico Silas Pereira e mais seis jogadores. Entretanto, dois problemas de última hora mantêm indefinida a escalação para o confronto.

OPÇÕES DE SILAS PARA A ESTREIA

TIME 1 (4-4-2) - Victor, Mário Fernandes, Réver, Rafael Marques, Fábio Santos, Ferdinando, Adilson, Hugo, Souza, Leandro e Borges
TIME 2 (3-6-1) – Victor, Maurício, Réver, Rafael Marques, Ferdinando, Fábio Rochemback, Adilson, Souza, Hugo, Fábio Santos e Borges

No último jogo-treino da pré-temporada, Leandro não atuou. O atacante foi poupado devido a dores musculares. Segundo o treinador do Grêmio, sacar o ex-são-paulino do confronto ajudaria na perspectiva de poder contar com ele contra o Pelotas. “Tiramos o Leandro, até porque o jogo é domingo”, disse. O departamento médico ainda não liberou o jogador, que segue em observação. O treinamento deste sábado pela manhã irá configurar a participação ou não de um dos destaques da pré-temporada na primeira partida do ano.

A outra dúvida paira sobre a escalação de Mário Fernandes. O zagueiro, que vem jogando como lateral-direito, foi substituído aos 20 minutos do primeiro tempo da partida contra o Flamengo de Bento Gonçalves, devido a um desconforto. O problema ainda não foi completamente contornado e o jogador também depende do último treino antes da viagem para saber se irá ou não poder jogar.

A intenção inicial de Silas Pereira é escalar o Grêmio no 4-4-2. Para isso necessita da presença de ambos jogadores. Quando testado, este sistema rendeu muito bem na vitória por 8 a 0 contra o São Paulo de Bento Gonçalves.Com Mário e Leandro fora, o esquema muda para três zagueiros, no 3-6-1, que não foi bem quando testado. Esta formação prejudicou a movimentação ofensiva do time tricolor fazendo com que tivesse dificuldades para aplicar 2 a 0 no Flamengo local. Na segunda opção, Fábio Rochemback entra no meio com Ferdinando sendo deslocado para ala e Maurício vira opção na defesa.

É consenso no Olímpico que, mesmo que todos titulares atuem, o rendimento não será o melhor. “Estaremos abaixo do esperado pelo início de temporada, que é sempre difícil”, disse o meia Souza.

Outra questão a ser apurada no treinamento de sábado pela manhã é a intenção do clube de contar com Jonas para o restante da temporada. Mesmo com a negativa da direção em negociar o atacante, ele se disse chateado com o procedimento adotado e não descarta rescindir seu contrato. O departamento de futebol classificou como um desencontro de informações o ocorrido mas, caso Jonas não treine sábado e não vá a Pelotas, dificilmente seguirá no Grêmio.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host