UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
19/01/2010 - 20h26

Edu vai jogar no meio, mas só quando estiver 100%

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre (RS)
  • Não sou centroavante, eu chego de trás, diz Edu

    "Não sou centroavante, eu chego de trás", diz Edu

A esperança da direção do Inter recai sobre os ombros arqueados de um paulista que viveu 10 anos na Europa. Apontado pela diretoria como o jogador que vai desequilibrar neste ano, Edu já sabe onde vai jogar no time de Jorge Fossati. No meio campo, algo semelhante aquilo que o atleta fez no Bétis e anteriormente no São Paulo e Seleções de base do Brasil.

O próprio jogador já tinha dito. “Não sou centroavante, eu chego de trás”. Pois se Edu acha que os jornalistas do Rio Grande do Sul não o conhecem, seu treinador mostra que sabe muito a respeito de suas características. Fossati esclareceu que quer um Edu 100% para jogar na dele, no meio campo.

“Ele tem que jogar do meio para frente, não é atacante para ficar esperando pela bola, como referência. É o tipo de jogador que jogando por trás dos atacantes chega e faz gols. A melhor posição para ele ser aproveitado, quando estiver 100%, é na meia”, explicou Jorge Fossati. Os motivos para o não aproveitamento desta forma são claros. “O problema que está atrapalhando o Edu nos últimos tempos é a falta de continuidade. Ele tem parado muito e depois não teve tempo para voltar e jogar”, completou o comandante.

Jogando no meio-campo, Edu vai precisar correr muito. “Para jogar na meia você precisa ter uma condição boa. Por enquanto estou colocando ele mais na frente para não ter que se esforçar demais, não ter que voltar como volta o meia”, concluiu Jorge Fossati. O departamento médico do Inter garante que Edu está caminhando para o 100%. “Ele precisou se readaptar dos treinos da Europa, foram dez anos em um ritmo diferente do nosso. O Edu sentiu muito ano passado e ainda ressente os trabalhos daqui”, contou o médico Luis Crescente.

A admiração pelo futebol de Edu no Beira-Rio não é exclusividade do vice de futebol, Fernando Carvalho. “Ele tem uma qualidade fora de discussão”, apontou Jorge Fossati. Com o 3-6-1 em atividade, Edu tem uma concorrência grande no meio-campo. Os titulares D'Alessandro e Giuliano e mais Thiago Humberto. No 3-5-2, Edu chegou a jogar ao lado de Alecsandro, mas não teve um bom rendimento.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host