UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
29/01/2010 - 22h32

Jorge Fossati confirma Giuliano no domingo, mas não descarta 4-4-2

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre (RS)
  • Fossati tem time definido, mas faz mistério quanto ao esquema

    Fossati tem time definido, mas faz mistério quanto ao esquema

Se Gre-Nal é um jogo diferente por que não mudar a rotina? Deve ter sido isso que passou pela cabeça do uruguaio Jorge Fossati nesta sexta-feira. O treinador realizou seu segundo treino fechado desde que chegou ao Inter, demorou muito para atender a imprensa e faz todo o mistério possível sobre a escalação para o clássico do domingo. A única exceção foi a confirmação de que Giuliano começa jogando no meio-campo.

Passava das 20h25 quando Jorge Fossati apontou na mesa de entrevistas da sala de imprensa do Beira-Rio. Com o mesmo semblante de sempre o comandante pensava antes de proferir suas frases. Apesar de ser o primeiro clássico Gre-Nal da carreira, Fossati mostra conhecimento não só do clima que paira no Estado, mas também sobre a história da rivalidade. “Eu preferia que fosse Inter na frente e não Gre-Nal, mas eu sei que foi um jornalista que criou isso há muito tempo e ficou”, brincou com os presentes. A adaptação com a rivalidade fez com que o sempre franco Jorge Fossati escondesse quem será o integrante do meio para frente ao lado de Giuliano e Alecsandro.

“Pode ganhar mais com um ou com outro dependendo do adversário. Para esse jogo pode ser melhor um que outro. Como eu sou direto vou te responder assim, por que só vou dar a escalação no domingo”, disse ainda com um pequeno sorriso nos lábios ao ser questionado sobre quem renderia mais contra o Grêmio: Andrezinho ou Taison.

Esta parece ser mesmo a única dúvida do Internacional para o clássico 379, em Erechim. Já que o substituto direto de D'Alessandro está definido. “Eu repito que estou treinando e vocês estão vendo um jogador que não sei onde ele pode chegar, tem muita qualidade. Ele tem uma cabeça muito boa, o que é o primeiro passo. Podem dar com certeza aí, o Giuliano vai sair jogando no domingo”, sentenciou o treinador.

A resposta mais intrigante de Fossati, porém, veio a seguir. Quando indagado sobre as possibilidades para um Gre-Nal contando com D'Alessandro – que vai ser submetido a uma cirurgia na cabeça no mesmo dia do clássico devido a uma joelhada na última quarta. “O Giuliano poderia ter ficado no time sem sair ninguém da frente. Eu sempre disse para vocês que o sistema tático não está no primeiro lugar. Com o D'Alessandro o ingresso do Giuliano poderia acontecer em outro lugar, não sendo no do Taison”, comentou o uruguaio, dando a entender que pode sacar um zagueiro e passar para o 4-4-2 usando Andrezinho, Giuliano, Taison e Alecsandro na frente.

O que faz serem reduzidas as chances é o grande desempenho de Kleber contra o Juventude, pela ala. O camisa seis teve liberdade, ingressou na grande área, marcou gol e foi o destaque do jogo. Com a alteração de esquema Kleber não teria condições de repetir estes avanços. Além do que, criaria um meio-campo extremamente ofensivo diante de um adversário forte na criatividade com a dupla Souza e Hugo.

As possibilidades de Fossati:
3-5-2 (usado contra o Juventude, com o mínimo de mudanças). Lauro; Índio, Bolívar e Fabiano Eller; Nei, Sandro, Guiñazu, Giuliano e Kleber; Taison e Alecsandro.


3-6-1 (voltando ao começo da pré-temporada, com a entrada de Andrezinho no lugar de Taison). Lauro; Índio, Bolívar, Fabiano Eller; Nei, Sandro, Guiñazu, Andrezinho, Giuliano, Kleber; Alecsandro.


4-4-2 (saindo um zagueiro e o quarteto da frente sendo mantido). Lauro; Nei, Índio, Bolívar e Kleber; Sandro, Guiñazu, Andrezinho e Giuliano; Taison e Alecsandro.

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host