UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
18/02/2010 - 07h00

Com média de 1 gol por jogo, Borges faz torcedor gremista esquecer Maxi Lopez

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

Borges foi contratado no início de 2010 pelo Grêmio. Naquele momento ainda existia o interesse do clube em manter o argentino Maxi Lopez. Porém, houve a saída de "La Barbie", deixando o torcedor sem um ídolo no ataque. Com um começo empolgante, Borges está ocupando a lacuna deixada no coração dos gremistas. Com 10 gols em 10 jogos, o ex-jogador do São Paulo comemora o novo momento.

"É um momento único na minha carreira, 10 gols em 10 jogos realmente é um número impressionante", disse Borges em entrevista coletiva. "Meu melhor ano foi em 2005 quando marquei 29 gols pelo Paraná Clube, em 2008 foram 27 gols pelo São Paulo", completou.

A comparação com seu antecessor como centro avante do Grêmio reforça ainda mais o impressionante início de Borges. Nos 10 primeiros jogos que começou atuando pelo Grêmio, Maxi Lopez marcou somente 4 gols, contra Universidad de Chile, Boyacá Chicó e 2 contra o Universidad San Martín pela Libertadores. A estreia do argentino ocorreu contra o Santa Cruz, pelo Campeonato Gaúcho de 2009, no dia 8 de março, depois disso o atacante foi titular em jogos da Libertadores e do Campeonato Brasileiro.

"O segredo de tudo é humildade, pés no chão e tranquilidade. O mais importante de tudo é comemorar o título no final. O que marca a carreira do jogador não são os títulos individuais, mas os coletivos. Aquele quadro que você coloca na parede de casa e mostra para os filhos e netos dizendo: papai foi campeão, ou vovô foi campeão", explicou o atacante.

Borges ainda revelou que está se esforçando para superar o melhor ano em sua carreira. "O melhor ano da minha carreira foi em 2008 no São Paulo, fomos campeões e fui um dos mais importantes da equipe no Brasileiro. Este ano estou procurando fazer o que não vinha fazendo: algo a mais nos treinamentos, ver a fita dos jogos, coisas assim. Sei que fiz a escolha certa vindo para um grande clube, quero fazer meu papel que o resto vem naturalmente", revelou.

BORGES X MAXI LOPEZ

BORGES 10 Jogos, 10 Gols
MAXI 10 Jogos, 4 Gols

Com a proximidade do fim do primeiro turno do Estadual, Borges evitou projetar outro Gre-Nal e voltou a afirmar o valor de uma conquista. "O importante não é como se começa, e sim como se acaba um campeonato. Queremos o título e estamos muito conscientes daquilo que podemos. Perdemos o Lúcio e Souza, mas eles nos dão força do lado de fora. Temos que pensar no Inter-SM, depois, projetar outro clássico", falou.

Em relação ao torcedor, o centro avante usou o crédito que conquistou para pedir apoio aos colegas. "A única coisa que posso pedir é paciência e apoio aos atletas que estão chegando. Em menos de 2 meses, jogar da forma que estamos jogando, é complicado. Por isso peço somente paciência", finalizou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host