UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
26/02/2010 - 07h00

Grêmio trata Novo Hamburgo como time grande para evitar surpresa na decisão

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre
  • Victor quer evitar surpresas na final contra o Novo Hamburgo

    Victor quer evitar surpresas na final contra o Novo Hamburgo

Durante toda esta semana, os jogadores do Grêmio evitaram declarações polêmicas. Sabedores que o técnico Gilmar Iser costuma utilizar material vindo do adversário para motivar seus jogadores, o Novo Hamburgo é tratado como time grande. Respeito é a palavra mais citada quanto se trata da final da Taça Fernando Carvalho. A falta do Internacional, para os atletas gremistas, não irá configurar maior facilidade ou desvalorização de um possível título. Derrotado por um time menor no Estadual de 2000, ao que tudo indica, o Grêmio aprendeu a lição.

"Não acho que o título seja menor pela falta do Inter, campeão é campeão, independente do adversário. Se eles chegaram é por mérito deles, temos que dar valor e importância a isso", ressaltou o goleiro Victor. "A responsabilidade não é só do Grêmio. Sabemos que ela é maior para nós, mas o Novo Hamburgo virá para jogar a vida, como foi contra o Inter. Temos que estar atentos para não sermos surpreendidos", completou.

As palavras do capitão do time não são diferentes do que já foi dito por outros jogadores. No Olímpico, a ordem é respeitar o time do Vale do Sinos como se fosse o próprio Internacional. "Lógico que na história sempre foi assim, o Inter e o Grêmio são os mais fortes, mas temos que ressaltar as equipes menores que tem muita qualidade", falou o meia Douglas.

Em 2000, o Grêmio tinha Ronaldinho Gaúcho como principal estrela e foi derrotado, em pleno estádio Olímpico, pelo Caxias, amargando um vice campeonato Estadual. Para evitar outro revés nas mãos de um "pequeno", Silas está trabalhando o psicológico dos jogadores. "Temos o Novo Hamburgo "doido" para ganhar da gente, não podemos pensar no Inter. Temos que nos preparar, dormir e acordar pensando no Novo Hamburgo, nesse momento ele é o mais importante", disse Victor.

Campeão da Copa do Brasil em 2009, Douglas retornou da Arábia projetando conquistas. "Não tem a mesma expressão mas é mais um título para a carreira, valoriza o jogador", afirmou.

A valorização do confronto é tão grande por parte do clube da capital que até a concentração foi antecipada. Normalmente os jogadores se dirigem para o hotel onde ficam concentrados após o treinamento da véspera do jogo, mas neste caso, 2 dias antes o elenco já estará concentrado.

Grêmio e Novo Hamburgo decidem a Taça Fernando Carvalho neste domingo, às 17h, no estádio Olímpico. Carlos Eugênio Simon será o árbitro do jogo. A expectativa é de um público superior a 35 mil pessoas.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host