UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
06/03/2010 - 23h05

Silas responde presidente Duda Kroeff e diz que mudanças estão atrapalhando

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

Após a vitória por somente 1 a 0 contra o Porto Alegre no estádio Olímpico, o técnico Silas Pereira iniciou sua entrevista coletiva sabendo das manifestações do presidente do clube, Duda Kroeff. A análise feita pelo mandatário do clube foi que o time venceu, porém, o meio de campo não desempenhou um bom futebol. Visivelmente desconfortável, o técnico gremista respondeu as colocações do presidente e disse que as dificuldades apresentadas pelo time são fruto das mudanças necessárias.

"É muito simples de explicar. Tivemos muitas situações que não esperávamos. O Ozeia é a última delas. Tivemos que mudar muito. No meio, na defesa, no ataque. Mas temos que comemorar o recorde que batemos hoje, de jogos em casa. Isso é importante." disse o treinador, que havia referido na sexta-feira não dar importância para a marca estatística.

Quando lhe foi colocado exatamente as palavras do presidente Duda Kroeff, Silas se fechou e preferiu evitar muitos comentários. "Ele é o presidente do clube, pode falar o que quiser. Temos que aceitar e assumir porque sabemos que ele está do nosso lado", afirmou.

Mesmo que sem dizer isto literalmente, Silas estava desconfortável. Os motivos para isto estão presentes na cobrança da direção, do torcedor e no desempenho do time. "É difícil, quando se joga um jogo como este, vindo de uma conquista de final de turno e depois um jogo complicado com pouco tempo, desgaste e é um time que há 10 dias goleamos. É difícil, mas tem que se vencer primeiro a você e depois ao adversário. Inconscientemente reina o sentimento que vai ser fácil. Parece que as coisas vão acontecer a qualquer momento. Mas isso é inconsciente, não tem como entrar dentro do jogador. Mas isso não acontece só aqui, ocorre sempre que um time grande vem de uma campanha boa e joga contra um time teoricamente mais fraco", revelou o treinador.

Sem comentar as vais do torcedor, Silas lembrou detalhes que, para ele, são fundamentais no rendimento gremista. "Tivemos somente Victor, Ferdinando e Jonas de titulares. Os outros vão entrando paulatinamente. Não criamos muito mas o Porto Alegre também não. Temos 5 ou 6 jogadores no estaleiro. São problemas que temos que resolver,mas estamos na frente, em primeiro, com melhor ataque, não podemos ignorar isto", finalizou.

Os jogadores do Grêmio receberão folga neste domingo. Segunda-feira ocorrerá a reapresentação dos jogadores. Hugo e Mário Fernandes, que sentiram dores ao final da partida, serão reavaliados pelo departamento médico. A preparação ocorrerá durante toda a semana, pois o Grêmio só volta a campo no outro domingo, contra o Inter de Santa Maria, em Porto Alegre.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host