UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
25/03/2010 - 07h15

D'Alessandro acha que há preconceito com estrangeiros no futebol brasileiro

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre

O meio-campo do Inter, D’Alessandro, se envolveu em um bate-boca com o técnico do São José, Argel Fucks, no final do primeiro tempo do jogo no estádio Passo d’Areia nesta quarta-feira. Entre troca de xingamentos, o argentino e o ex-zagueiro levantaram o tom de voz e ameaçaram partir para as vias de fato. Na visão do jogador, tudo aconteceu por causa de sua nacionalidade e acusou o futebol brasileiro de ser preconceituoso.

“O problema é que sou argentino. Como disse o Fossati, temos que fazer o dobro. Nem falei com ele. Falei para o banco, porque me xingaram. Não falei com ele e ele se meteu”, disse o gringo, ainda no gramado depois da goleada sofrida para o São José.

Sobre o placar elástico, D’Alessandro não teve como transferir responsabilidades e culpas. “O jogo não tem muita explicação. Não estamos convertendo as possibilidades que temos. Não conseguimos fazer gols. E não é só isso. Estamos levando gols também”, finalizou.

No mesmo estádio Passo d’Areia D’Alessandro se envolveu em uma situação parecida com o volante Jonas. Bate-boca e ameaça de socos entre os atletas. Porém, o resultado foi diferente: 3 a 2 para o Inter. D’Ale e companhia, voltam a campo no domingo, em jogo fundamental para o avanço na próxima fase do Campeonato Gaúcho, diante do Caxias.

É possível que já neste compromisso o Internacional tenha um novo treinador. A maneira como o time perdeu para o São José deixou os dirigentes preocupados. Outro fato que contribui para a possível queda de Jorge Fossati é a sequência de cinco jogos sem vencer. São quatro empates e uma derrota. A última vitória aconteceu em Ijuí, 1 a 0 no São Luiz, gol marcado por Eltinho. O nome de Muricy Ramalho, atualmente desempregado, aparece como alternativa. Abel Braga, no futebol árabe, é outra possibilidade.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host