UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
28/03/2010 - 22h00

Sem saber para onde correr, William Magrão comemora bom momento no Grêmio

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

William Magrão surgiu em 2008. Tendo subido para os profissionais no ano anterior, o volante chamava atenção pelo poder de saída de jogo, além da imposição física e técnica. Porém, uma lesão nos ligamentos do joelho o afastou dos gramados por mais de 1 ano. Após uma cirurgia, recuperação, melhoras e involuções, o atleta está praticamente 100% e comemora o momento. Depois de abrir caminho para a vitória contra o Esportivo, marcando o gol inicial em seu primeiro jogo com os titulares, o volante brincou dizendo que não sabia nem para onde correr.

"Quando eu fiz o gol, primeiramente eu olhei para cima e agradeci a Deus, se não fosse ele eu não sabia como passaria pelo momento da lesão. Ele me deu muita força, companheiros, amigos, família, depois, eu não sabia para quem olhar de tão feliz que eu estava, não sabia para onde correr, daí meus companheiros me abraçaram e foi só alegria. É muito bom sentir isso de novo e estar de novo apto a fazer o que mais gosto", brincou o atleta.

Feliz pelo desempenho, William vê com dificuldade a titularidade no Grêmio, uma vez que os eleitos têm cumprido seu papel. Mesmo assim, o jogador garante ter mais entrosamento com o time de cima do que de baixo. "Foi um momento maravilhoso porque nas outras vezes que fui titular estava mesclado entre titulares e reservas. Hoje joguei com os titulares, tivemos algumas ausências mas facilitou pelo entrosamento", disse.

Com o apoio que tem dos torcedores e a admiração de Silas, o atleta se coloca à disposição para ser primeiro ou segundo volante. "Quando eu subi para o profissional eu atuava como primeiro volante, depois virei segundo. Para mim modifica um pouco porque não terei muita liberdade, mas não que seja muita alteração", referiu.

O GRÊMIO NO TWITTER

No próximo confronto, contra o Votoraty, quinta-feira, pela Copa do Brasil, William Magrão deve voltar ao banco de reservas já que Adílson, que cumpriu suspensão automática, retornará ao time. De qualquer forma, o jogador admite que não está 100%, mas somente os jogos o darão esta condição. "100% ainda não, mas falta muito pouco, muito pouco mesmo, só vou ganhando esta condição nos jogos. Estava planejado o retorno aos poucos, e assim está sendo", finalizou.

Os jogadores do Grêmio se reapresentam nesta segunda-feira e iniciam a preparação para o jogo da Copa do Brasil. Mesmo sem jogar, com o complemento da rodada, o Grêmio pode garantir de forma matemática o primeiro lugar no grupo 1 da Taça Fábio Koff. Para isto, basta o Novo Hamburgo não vencer seu jogo, contra o Ypiranga, às 20h, em casa.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host