UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
31/03/2010 - 16h24

Além de Mário, Inter de Milão quer Saimon e garotos de 16 e 18 anos do Grêmio

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

Mário Fernandes é um dos principais destaques do Grêmio em 2010. Chamando atenção pela pouca idade e a qualidade de seu futebol, o atleta de apenas 19 anos é "disputado" por clubes europeus. Sabendo da possibilidade de venda do jogador, a direção gremista evita falar sobre o assunto enquanto a janela de transferências não voltar a se abrir, mas, fatalmente, em julho o atleta deixe o Olímpico. O clube mais próximo de contratar Mário, neste momento, é a Inter de Milão. A imprensa italiana publica nesta sexta-feira o interesse dos dirigentes do clube em acelerar as negociações. Além disso, Saimon e 2 meias das categorias de base também estão nos planos da Internazionale.

Jorge Machado, empresário de Mário Fernandes está na Itália a fim de buscar uma proposta oficial, uma vez que os dirigentes do Grêmio só receberão empresários munidos deste tipo de documento. Por outro lado, Marco Branca, representante do clube de Milão, que esteve observando os atletas gremistas e assistiu a vitória do time tricolor sobre o Novo Hamburgo, teria se assustado com o valor pedido pelo agente para concretizar a negociação. "Os €10 milhões pedidos pelo clube de Porto Alegre parecem excessivos", destaca o site informativo de contratações Calciomercatto.

A mesma publicação refere observação a Saimon, que, segundo os italianos, teria substituído Mário quando este esteve fora. Desde o ano passado, o zagueiro faz parte do grupo principal do Grêmio, apesar de ter somente 18 anos. Atualmente ele não está no time tricolor, e sim, na seleção brasileira Sub-19, que disputa a Copa Internacional do Mediterrâneo. Mais uma oportunidade para observação.

Além dele, o juvenil Pedro Yuri Alves Pimentel, meio campista de apenas 16 anos, também está nos planos. Émerson Gustavo Pinto dos Santos, outro meio campista, só que da equipe júnior, com 18 anos, é outro cotado para jogar na Itália.

O GRÊMIO NO TWITTER

A intenção dos agentes do velho continente é conseguir passaportes comunitários para atletas novos e levar estes jogadores o mais rápido possível para as categorias de base da Inter.

Não seria a primeira vez que o Grêmio negociaria jogadores da base antes da estreia no profissional. Ano passado, Thiago Dutra e Bruno Renan foram vendidos ao Villareal, da Espanha, por €1 milhão. Sem adaptação, ambos retornaram. Depois de algumas conversas, Bruno Renan não teve seu contrato rescindido com o clube espanhol, mas acertou um empréstimo para o próprio Grêmio, onde está hoje. Já Thiago Dutra permaneceu na Espanha, mas não é aproveitado.

A janela de transferências para o futebol europeu voltará a se abrir em 1º de julho. A partir daí as negociações voltam a ser possíveis. O Grêmio necessitaria vender um jogador neste período para sanar as dívidas que assustam a direção do clube.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host