UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
08/04/2010 - 09h15

Alecsandro desabafa e diz que será artilheiro e ídolo do Inter

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre

Com os dois gols marcados contra o Novo Hamburgo, na quarta de final do segundo turno do Campeonato Gaúcho, Alecsandro alcançou a marca de 40 gols com a camisa do Internacional. Rendendo uma média de 0,5% por jogo. Os números do centroavante são ainda mais impressionantes. Em 2010, já são 12 gols, mas nada parece liquidar com as contestações vindas da arquibancada. Para estes, Alecsandro manda um recado.

“No dia que sair do Inter vamos ver quem fez mais gols do que eu. Estou tranquilo e venho procurando fazer meu trabalho. Tenho 80 jogos no Inter e 40 gols”, disse, reiterando sua boa média com a camisa vermelha.

Foi da cabeça do centroavante que veio o empate do Inter logo depois do gol inaugural do Novo Hamburgo. Porém, o terceiro foi mais bonito, um chute de longe, no ângulo. “Não tenho costume de chutar de longe. A bola aérea e pelo chão dificilmente entraria na zaga deles e fiquei feliz pelo belo chute. Eu ia bater de primeira, mas dei um toquinho a mais”, contou.

Criticado em outros momentos, Alecsandro sempre recebeu apoio do técnico Jorge Fossati. “Sempre tive a mesma confiança, especialmente no Alecsandro, que não era da simpatia de muitos. Ele tem qualidades enormes. E falamos, há fases. Quatro, cinco jogos atrás o Alecsandro não se animaria a chutar. Agora o gol adversário se apresenta”, analisou o treinador. “Foi um dos gols mais bonitos da minha carreira”, destacou o atacante.

OS NÚMEROS DE ALECSANDRO

  • 40 gols

    Em 80 jogos no Inter

  • 12 gols

    Em 2010, sendo dois na Libertadores

  • 28,5%

    Dos gols 42 gols marcados pelo time na temporada são do atacante

Ser ídolo, a meta

Mas Alecsandro é justo, reconhece que seu relacionamento com os colorados está melhorando. "Venho marcado e até decidindo jogos, com ajuda do time todo. O torcedor tem sido mais atencioso, educado comigo, eles vem se conscientizando", ponderou. Outro fato que o filho do ex-atacante Lela, de passagem marcante pelo Coritiba nos anos oitenta, não oculta é a sua meta em Porto Alegre. "Não escondo, quero ser ídolo do Inter", revelou. Se depender dos números, o caminho está sendo trilhado corretamente.

Diante do Ypiranga, mesmo que a equipe sofra alterações devido ao cansaço físico de alguns titulares, Alecsandro começará. Em 2010, 28,5% dos gols marcados pelo clube colorado saíram dos pés do atleta, que se faz importante, apesar dos apupos, em um momento de afirmação do time na temporada.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host