UOL Esporte Campeonato Gaúcho
 
25/04/2010 - 08h15

Boa fase da dupla Borges e Jonas causa preocupação no Inter antes do Gre-Nal

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

Não é questão de achar favorito ou não. É só reconhecimento. Assim é possível entender o consenso no estádio Beira-Rio quando a pergunta sobre qual setor do Grêmio chama mais atenção. Ninguém no Inter demora para responder: o ataque. A dupla formada por Borges e Jonas é motivo de trabalhos especiais e atenção a jogadas características.

“O Jonas e o Borges vivem grande momento. Quando estão em campo eles marcam”, comentou o meia Giuliano. Como fazer para segurá-los? Giuliano dá a receita. “Temos que estar atentos não só a eles, mas aos armadores. Temos que anular o meio de campo, como no primeiro clássico, lá em Erechim”, lembrou, ao citar o clássico vencido pelo Inter, no final de janeiro, com gol de Alecsandro.

O novo titular da lateral-esquerda concordou com as avaliações da dupla de frente do rival. “O ataque deles chama mais atenção, o Borges e Jonas são bem entrosados”, disse o tímido Juan, que substitui Kleber, com desgaste físico.

De quebra, o técnico Jorge Fossati avaliou competências valorosas no rival, que briga pelo título gaúcho a partir deste domingo. “O time deles em ideias de ataque e bons jogadores na frente e na parte de definição”, apontou. “Está entrosado, muito bem dirigido e solidário, com esforço onde todos trabalham”, completou o gringo.

A meta do Inter é vencer este primeiro confronto, levando vantagem para a segunda partida – dentro do estádio Olímpico. “Vai ser um jogo difícil, é preciso atenção total”, finalizou Giuliano.

Jorge Fossati não irá inventar. Troca lateral por lateral, preserva o 4-4-2 e segura D’Alessandro para o segundo tempo. Dá chance para Andrezinho seguir na equipe e persiste com a dupla de ataque Walter e Alecsandro, que fez sucesso na primeira fase da Libertadores.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host