Topo

Futebol


CBF reativa contrato de Oscar, e meia está liberado para a final do Gauchão

Alexandre Lops/AI Internacional
A CBF colocou novamente o nome do meia Oscar no BID nesta sexta-feira pelo Inter Imagem: Alexandre Lops/AI Internacional

Do UOL, em São Paulo

2012-05-04T15:30:52

04/05/2012 15h30

A CBF colocou novamente o nome do meia Oscar no BID nesta sexta-feira. Como apareceu como inscrição reativada, o jogador está liberado para defender o Inter na final do Gauchão.

A decisão favorável da CBF é mais uma vitória do Inter contra o São Paulo neste imbróglio jurídico que vem se arrastando há anos. A entidade que rege o futebol nacional se curvou aos apelos do presidente Giovani Luigi, que desembarcou nesta sexta-feira no Rio de Janeiro para pedir ao mandatário José Maria Marin interceder em favor do Colorado no caso. 

Oscar ganhou um habeas corpus do Tribunal Superior do Trabalho na quinta-feira da semana passada. Desde sexta, o Inter aguarda o departamento de registros da CBF. Mas o setor demorou mais de uma semana para acatar a determinação da Justiça, pois alegou ter dúvidas e pediu maiores esclarecimentos por duas vezes.

Vale lembrar que a decisão da Justiça não é em caráter definitivo, pois Oscar recebeu apenas um habeas corpus que possibilitou a ele continuar a exercer a sua função enquanto o julgamento contra o São Paulo - clube que luta para restabelecer o vínculo contratual com ele - não tenha uma veredicto final.

O UOL Esporte tentou entrar em contato com o advogado que cuida do caso para o São Paulo, Carlos Ambiel, para saber que atitude o Tricolor tomará na história, mas não obteve sucesso.

O Internacional fez de tudo para conseguir montar seu time que enfrenta o Caxias, no domingo, com Oscar. Além de enviar o presidente Giovanni Luigi para o Rio de Janeiro, o clube gaúcho remarcou o treinamento desta sexta-feira.

A atividade inicialmente agendada para a manhã ocorrerá nesta tarde. Desta forma, o técnico Dorival Júnior fugiu do risco de trabalhar uma formação que pudesse ficar inviabilizada pela CBF. 

Mais Futebol