Topo

Futebol


Vitinho marca dois na estreia, mas Inter cede empate no final: 4 a 4

Vitinho fez dois, mas Jô (direita) marcou de bicicleta e ajudou São José no Beira-Rio - Alexandre Lops/AI Inter
Vitinho fez dois, mas Jô (direita) marcou de bicicleta e ajudou São José no Beira-Rio Imagem: Alexandre Lops/AI Inter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

04/02/2015 21h25

Vitinho estreou com tudo, mas não bastou para o Internacional vencer na 2ª rodada do Gauchão. Mesmo com os dois gols do estreante meia-atacante, o time dirigido por Diego Aguirre não soube controlar a vantagem e levou o gol de empate aos 45 minutos do segundo tempo. Um incrível 4 a 4 com o São José-POA no Beira-Rio, nesta quarta-feira (04), que teve até golaço de bicicleta. Mas do adversário.

Com um ataque mais rápido, o Inter chegou a abrir 3 a 0 no primeiro tempo. Dois de Vitinho e outro de Eduardo Sasha. Mas antes do intervalo a defesa não segurou e o São José descontou duas vezes: gols de Jô e Reginaldo. No segundo tempo, mesmo com o ritmo diferente, o Colorado teve mais posse de bola. Teve chances para ampliar e chegou a abrir 4 a 2. Tudo em vão pelo vacilo no final outra vez.

Com o resultado, o time de Diego Aguirre ainda não venceu no Campeonato Gaúcho de 2015. Na primeira rodada, a equipe arrancou um empate com o Lajeadense, fora de casa. O São José-POA, por sua vez, chega aos quatro pontos e aparece perto da ponta da tabela do estadual.

Fases do jogo: Foram necessários apenas dois minutos, ou cinco toques na bola, para Vitinho efetivamente estrear no Inter. O camisa 21 tirou um chute rasteiro da cartola e abriu o placar no Beira-Rio. Com ele, além do gol precoce, o Colorado foi mais veloz. Mais efetivo. A versão aguda da equipe de Diego Aguirre teve oscilações, contudo agradou mais do que nas outras partidas.

O gol cedo também transformou o jogo com o São José. Obrigou os visitantes a saírem da defesa e rendeu espaços para o trio Vitinho, Eduardo Sasha e D’Alessandro. Eles foram os protagonistas do lado bom do Inter. O segundo gol saiu do pé do argentino e terminou na cabeça de Sasha, aos 28 minutos. Aos 36, foi Sasha o garçom e Vitinho o finalizador. Outra vez. O estreante da partida apenas aparou o cruzamento rasteiro da direita para fazer 3 a 0.

Só que o Internacional se desligou antes do intervalo e expôs uma mazela de sua formação. A marcação foi errada em dois lances e o São José esquentou o jogo. Primeiro Bindé apareceu no buraco deixado por Fabrício e serviu Jô. O ex-jogador do Colorado dominou dentro da pequena área e fez. Cinco minutos mais tarde, Bindé ganhou mais uma na direita e levantou. Reinaldo superou Ernando e botou 3 a 2 no placar.

Na etapa final o ritmo caiu, mas ainda saíram outros três gols. Com Luque na vaga de Vitinho, o Inter seguiu forçando as jogadas pelos lados do campo e conseguiu marcar mais uma vez com Eduardo Sasha. O camisa 31 finalizou após arrancada do novo Caniggia e toque rasteiro: 4 a 2. Quando tudo parecia definido veio o lance do jogo. A pintura. Jô, que passou pelo Beira-Rio em 2011 e não foi aproveitado, acertou uma bicicleta impecável. Pé direito na bola, encobrindo Alisson. Aos 45 minutos, Rafinha ficou livre na frente da área e acertou o canto direito dando origem a um improvável 4 a 4.

O melhor: Vitinho - estreante do dia, o camisa 21 não ficou apenas nos gols marcados. Apresentou intensidade para voltar e marcar os adversários, deu pedalada, cruzou escanteio com os dois pés e procurou Nilmar para tabelas. Deu vida ao ataque do Inter.

O pior: Nilton - Lento, o volante contratado para ser alicerce da defesa não fez um jogo seguro. Deu espaço para o São José-POA atacar e também vacilou na saída de bola, sendo facilmente desarmado.

Toque dos técnicos: Diego Aguirre apostou na velocidade, com Vitinho aberto na esquerda e Eduardo Sasha pelo meio. D'Alessandro, que foi um mero coadjuvante, ficou na direita. Aránguiz teve liberdade para aparecer na frente, mas também não se destacou. Se a rapidez do ataque encheu os olhos, o posicionamento da defesa não. Mesmo com a linha de zagueiros bem adiantada, o Colorado errou posicionamento em muitos momentos.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 X 4 SÃO JOSÉ-POA

Data e hora: 04/02/2015 (quarta-feira), às 19h30min
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Árbitro: Daniel Aloysius Soder
Auxiliares: José Javel Silveira e Marcelo Oliveira e Silva
Cartões amarelos: Aránguiz, Eduardo Sasha e Bertotto (INT); Jô (SJO)
Gols: Vitinho, aos 2 e aos 36 minutos; Eduardo Sasha, aos 28 minutos. Jô, aos 38 minutos; Reginaldo, aos 43 minutos do primeiro tempo. Eduardo Sasha, aos 25 minutos do segundo tempo. Jô, aos 30 mintuos do segundo tempo; Rafinha, aos 45 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Alisson; Cláudio Winck, Ernando, Paulão e Fabrício; Nilton, Aránguiz (Bertotto), D’Alessandro, Vitinho (Luque) e Eduardo Sasha; Nilmar (Rafael Moura)
Técnico: Diego Aguirre

SÃO JOSÉ-POA: Fábio; Alexandre Bindé, Léo, Rafael Goiano e Brida; Roberto, Felipe Guedes, Rafinha e Rafael Carrilho; Jô (Collazo) e Reinaldo (Eliardo)
Técnico: Gilson André Maciel

Mais Futebol