Sintético, taça e reencontro. Inter vai ter estreia diferente no Gauchão

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Neco Varella/Freelancer

    Argel e D'Alessandro em 2010, discutiram quando Passo D'Areia nem tinha gramado sintético

    Argel e D'Alessandro em 2010, discutiram quando Passo D'Areia nem tinha gramado sintético

A estreia do Internacional no Campeonato Gaúcho de 2016 vai ser diferente. Nesta quarta-feira, o Colorado visita o São José-POA e volta ao estádio onde Argel se apresentou ao time vermelho como treinador. Foi no mesmo Passo D'Areia que ele e D'Alessandro trocaram xingamentos, em 2010. Agora no mesmo lado, a dupla tem que superar um gramado sintético para vencer uma partida que vale por duas.

Sim, o jogo contra o São José-POA vale pela segunda rodada do estadual e também pela Recopa Gaúcha. O título, aliás, ainda não foi conquistado nenhuma vez pelo Inter.

Em 2014, o Inter usou o chamado time B e perdeu para o Pelotas. No ano passado, após empate no tempo normal com o Lajeadense (em jogo que também valeu pelo Gauchão), a equipe treinada por Diego Aguirre foi superada nos pênaltis.

A taça em si nem é a maior preocupação. Sem ter estreado ainda no Campeonato Gaúcho – o jogo com o Ypiranga foi adiado por estragos de um vendaval no entorno do Beira-Rio, o Inter teme é o gramado sintético do estádio Passo D'Areia. As dimensões pequenas e a grama artificial formam uma combinação perigosa.

"Lá é um pouco complicado, campo seco e muito quente. É um jogo totalmente diferente. A bola vai quicar muito, estando sempre viva", disse o zagueiro Paulão. "A última vez que joguei em sintético foi no sub-17... Escorrega bastante, se chover vai ser pior ainda", comentou Anderson.

O jogo também é um reencontro. Em 2010, Argel comandou o São José em uma vitória histórica diante do Inter: 3 a 0. O Colorado, dirigido por Jorge Fossati, ainda viu D'Alessandro se descontrolar. Aquela partida apresentou o ex-zagueiro em sua nova carreira.

Também será um reencontro para Jô, que foi contratado pelo Internacional em 2011 e não teve chances. No ano passado, ele marcou um gol de bicicleta em pleno Beira-Rio no empate em 4 a 4.

FICHA TÉCNICA
SÃO JOSÉ-RS X INTERNACIONAL

Data: 03/02/2016 (quarta-feira)
Horário: às 21h45min (Brasília)
Local: estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Márcio Coruja (RS)
Auxiliares: Leirson Martins e Antônio Albornoz (ambos do RS)

SÃO JOSÉ-POA: Fábio; Bindé, Claudinho, Wagner e David; Fred, Alberto, Diego Torres e Rafinha; Jô e Heliardo
Técnico: China

INTERNACIONAL: Alisson; William, Paulão, Réver e Artur; Fernando Bob, Rodrigo Dourado, Anderson e D'Alessandro; Eduardo Sasha e Vitinho
Técnico: Argel Fucks

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos