Argel cita até seleção de Felipão para pedir calma com time do Inter

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

    Treinador disse que Inter ainda não tem time titular definido

    Treinador disse que Inter ainda não tem time titular definido

O Internacional venceu o Passo Fundo, por 2 a 1, mas não mostrou evolução. Argel Fucks admitiu a partida fraca em pleno Beira-Rio, mas citou até a seleção brasileira treinada por Luiz Felipe Scolari como um exemplo. Para o treinador, o time do Brasil não mudou o esquema e por isso fracassou em 2014. E a mudança de formação, na terceira rodada do Gauchão, foi uma alternativa para evitar o mesmo desfecho.

"Não fizemos uma boa partida, estamos evoluindo, temos uma carga de trabalho muito grande. Foram só 32 dias de trabalho, estamos com ênfase maior no volume. Tivemos o controle, a posse de bola. Temos uma espinha definida, mas ninguém tem cadeira cativa", disse o treinador, nesta quinta-feira (11).

Contra o Ypiranga, no final de semana, a vitória só chegou aos 47 minutos do segundo tempo. Diante do Passo Fundo, o gol do triunfo saiu mais cedo, mas a atuação não foi boa. Foi até mais fraca do que antes. Para Argel, os testes promovidos na equipe justificam.

"Agora é a hora de testar, de buscar variação tática. Campeonato Gaúcho é para isso, testar, procurar. Não adianta botar uma viseira e falar 'vou usar esse sistema e ir até o final'. A gente viu isso na Copa do Mundo, o Brasil pegou um esquema e foi até o final. Não deu certo", comentou o técnico.

Neste jogo diante do lanterna do estadual, as duas mudanças foram Jackson e Marquinhos nas vagas de Réver e Anderson. E uma troca de esquema, do 4-4-2 para o 4-2-3-1.

"Não definimos ainda uma equipe titular, com 30 dias de trabalho ainda não dá para definir o time. Temos uma equipe base, onde mudamos uma ou duas peças", definiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos