Inter misto sai na frente, mas só empata com 3º pior time do Gauchão

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Internacional

    Sem seis titulares, Inter não jogou bem e só empatou com Aimoré-RS, neste domingo

    Sem seis titulares, Inter não jogou bem e só empatou com Aimoré-RS, neste domingo

O time misto do Internacional não foi suficiente para vencer uma das piores campanhas do Gauchão 2016. Neste domingo (14), o Colorado ficou no 1 a 1 com o Aimoré-RS, em São Leopoldo. Aylon abriu o placar, mas Mateus empatou pouco depois. A partida, válida pela quarta rodada do estadual, foi fraca tecnicamente e em ritmo lento.

Preservando seis titulares, o Inter de Argel penou no estádio Cristo Rei – especialmente no primeiro tempo. Após o intervalo, o Colorado chegou a ter duas boas chances para garantir a vitória, mas não fez.

Mesmo com escalação bem modificada, o resultado é ruim para o Internacional. O Aimoré, até este domingo, não havia conquistado nenhum ponto. E o empate fora de casa breca a campanha do Colorado.

Aylon, que atuou como centroavante, e Geferson foram os destaques do Inter. Mateus e Elias responderam do lado do Aimoré-RS. Anderson e Paulo Cezar Magalhães, estreante do domingo, foram mal.

FICHA TÉCNICA
AIMORÉ-RS X INTERNACIONAL

Data: 14/02/2016 (domingo)
Local: estádio Cristo Rei, em São Leopoldo (RS)
Árbitro: Jonathan Pinheiro
Auxiliares: Carlos Henrique Selbach e Michael Stanislau
Cartões amarelos: Talysson, César (AIM); Alan Costa, Gustavo Ferrareis, Jair (INT)
Gols: Aylon, aos 7 minutos do primeiro tempo (INT); Mateus, aos 12 minutos do primeiro tempo (AIM)

AIMORÉ-RS: Alessandro; Diego Superti, Lucena, Diego Rocha e Tiago Alemão (Arilton); Talysson (Toto), Goiano, Henrique e Mateus; Elias e Diego Viana (César Santin)
Técnico: Abel Ribeiro

INTERNACIONAL: Alisson; Paulo Cezar, Alan Costa, Réver e Geferson (Bruno Baio); Jair, Fabinho, Anderson (Gustavo Ferrareis), Alex e Marquinhos (Alisson Farias); Aylon
Técnico: Argel Fucks

FASES DO JOGO

  • Primeiro tempoO Internacional oscilou em um time afoito e outro reativo. Após bom começo, com direito ao gol de Aylon - marcado aos 7 minutos, o time foi definhando. Forçando passes curtos ou longos, quebrando a transição ofensiva e dando campo para o Aimoré-RS. Os donos da casa, aliás, empataram cinco minutos depois do gol do Colorado. Mateus aproveito falha de posicionamento e finalizou livre de dentro da área. Na ida para o intervalo, a equipe de São Leopoldo acumulava nove finalizações contra três do time de Argel Fucks.
  • Segundo tempoCom Gustavo Ferrareis na vaga de Anderson, o Inter mudou do 4-2-3-1 para o 4-4-2. E conseguiu produzir um pouco mais - talvez pelo cansaço do Aimoré. Alex e Aylon quase marcaram. O primeiro em desvio de pé esquerdo salvo em cima da linha pelo zagueiro. E o segundo em cabeçada firme, espalmada pelo goleiro. Elias respondeu para os donos da casa, em chute muito forte salvo por Alisson. O empate, no fim, foi justo.

DESTAQUES

  • 910 ingressosSem laudo de segurança prévio, emitido pelo Corpo de Bombeiros, o estádio Cristo Rei foi alvo de polêmica nos últimos dias. A partida chegou a estar ameaçada, foi cogitada em outra cidade, mas no final acabou confirmada em São Leopoldo. Com uma condição, exigida pelos órgãos de segurança: capacidade reduzidíssima e seu uso de uma das arquibancadas. Desta forma, apenas 910 ingressos foram vendidos.
  • ManequimPor contra da limitação de espaço, da arquibancada interditada, o Aimoré-RS arranjou um jeito diferente de protestar. Um manequim, com a camisa do clube do Vale dos Sinos, foi fixado no setor isolado.
  • AbelhasAntes da bola rolar, outro incidente com o estádio. Profissionais de imprensa relataram ataque de um enxame de abelhas. Elas saíram de uma caixa de som, ativada pelo Aimoré perto da partida.

UOL Cursos Online

Todos os cursos