Inter justifica apagão com sobrecarga de energia e falha de geradores

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução

O Beira-Rio passou por momentos de constrangimento nesta quarta-feira (24). Durante a partida entre Internacional e Veranópolis, três quedas de energia atrasaram a partida, que durou, ao todo, 126 minutos. Depois do jogo,o vice de patrimônio do Internacional justificou os problemas com sobrecarga e falha de geradores. 

Segundo Emídio Ferreira, dirigente do Internacional, uma sobrecarga por conta do consumo no horário ocasionou a falta de abastecimento. Porto Alegre enfrenta dias repetidos de muito calor e o consumo fez com que as subestações de abastecimento não conseguissem 'vencer' a necessidade do estádio. 
 
Porém, o Beira-Rio conta com geradores comprados depois da reforma para a Copa do Mundo de 2014. No entanto, os equipamentos não funcionaram. O dirigente não soube esclarecer porque a falha aconteceu. 
 
Ainda durante o jogo, o Internacional informou que o desabastecimento havia acontecido por falha da Companhia Estadual de Energia Elétrica. A empresa, através de sua assessoria de imprensa, informou que o quadro era de total responsabilidade do clube. 
 
A vizinhança do estádio Beira-Rio não teve queda de energia. Segundo a direção do Inter, a necessidade de mais energia para os refletores ocasionou a queda. Como residências não precisam de tanta energia, seguiram com abastecimento. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos