Presidente do Inter defende Anderson e chama críticas de 'perseguição'

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/ Internacional

    Anderson recebeu defesa do presidente do Internacional após vitória do time

    Anderson recebeu defesa do presidente do Internacional após vitória do time

Vitório Píffero, presidente do Internacional, ocupou novamente o posto de defensor do meio-campista Anderson após a vitória do Colorado contra o Novo Hamburgo. Segundo o mandatário, as críticas ao jogador são 'perseguição' da imprensa. 

"Eu acho incrível. Se olharmos a imprensa a respeito do Anderson, ele não teve em momento algum, apesar de ser o melhor em campo em vários jogos, nunca teve reconhecimento. É, talvez, o mais perseguido que eu me lembre. Tem outros lá atrás na história do Inter, mas eu não era dirigente. Mas é um jogador que vem crescendo e dando muita qualidade nos jogos. Acho injustas as críticas. Tem muito mais gente para criticar antes do Anderson. Eu não concordo com teor, quantidade de críticas e o foco sempre nele", explicou o presidente. 
 
Anderson, neste sábado, marcou um gol e deu uma assistência. Foi o principal jogador do Internacional em campo. Mas na sequência de quatro jogos sem vitória do Colorado, não foi bem e acabou repetidamente criticado pelos torcedores. Principalmente no protesto ocorrido na última sexta-feira. Segundo o mandatário, os aficionados foram 'na onda' da imprensa'. 
 
"Foi um tanto no embalo das críticas da imprensa. Não vejo atuações desastrosas do Anderson. Vejo ele pifando nossos jogadores. E quem mais tem feito isso? Ele tem dado esta contribuição e hoje também deu no gol. Não me lembro de um jogador tão estigmatizado nos tempos recentes quanto ele", explicou. 
 
Herói do Grêmio, torcedor do Inter 
 
Vitório Píffero ainda tratou de tentar melhorar a relação de Anderson com os torcedores do Internacional revelando que ele pediu uma camisa do clube e se disse torcedor poucos anos depois de fazer o gol que colocou o Grêmio de volta à Série A. 
 
"A atuação do Anderson foi boa, para mim mais uma vez. Em 2007 para 2008 eu recebi uma camisa do Manchester United do Anderson, e enviei uma do Inter. Ele se disse colorado e queria uma camisa. Eu quando tive chance, o trouxe. Ele tem sido, menos para quem não quer  ver, um bom jogador. Tem feito lances de muita qualidade. Hoje fez um gol ainda, poderia ter feito outro. Foi, para mim, o jogador da partida", finalizou. 
 
O Inter venceu o Novo Hamburgo por 4 a 2, em casa, e espantou a crise neste sábado. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos