Inter perde pênalti incrível, mas vence e pega São Paulo-RS nas quartas

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional terminou a fase de classificação do Gauchão no terceiro lugar. Neste domingo (3), o Colorado venceu o Glória, em Vacaria, por 3 a 0. Gols de Vitinho, Andrigo e Marquinhos. Com isto, a equipe treinada por Argel Fucks enfrentará o São Paulo-RS nas quartas de final do estadual.

A partida, da 13ª rodada, teve até um lance insólito. Marquinhos, antes de fazer o terceiro gol, perdeu pênalti. E acertando as duas traves.

Nas quartas de final, a ser disputada em jogo único, o Inter pega o São Paulo de Rio Grande (que levou 5 a 1 em casa e terminou em sexto lugar). O Glória, treinado pelo ex-goleiro Clemer no começo do campeonato, acabou em 12º lugar e caiu para a segunda divisão.

A vitória fora de casa foi segura. Com um bom começo, o Inter abriu vantagem e soube administrar o jogo. Sempre esteve mais próximo de marcar que os donos da casa e no segundo tempo, liquidou o confronto aos 20 minutos.

Aos 40 da etapa final, o lance insólito. Derrubado por Pedro Victor na área, Marquinhos cobrou pênalti e errou. A bola primeiro bateu na trave esquerda e depois na baliza direita. Sem tocar no goleiro, a bola voltou para o camisa sete e ele chutou, mesmo que o lance não fosse válido. E aí explodiu em cima do goleiro Rafael.

FICHA TÉCNICA
GLÓRIA 0 X 3 INTERNACIONAL

Data: 03/04/2016 (domingo)
Local: estádio Altos da Glória, em Vacaria (RS)
Árbitro: Diego Almeida Real
Auxiliares: José Javel Silveira e Jorge Bernardi
Cartões amarelos: Elyeser, Eder (GLO); Alan Costa (INT)
Gols: Vitinho, aos cinco minutos do primeiro tempo (INT); Andrigo, aos 20 minutos do segundo tempo (INT); Marquinhos, aos 43 minutos do segundo tempo (INT)

GLÓRIA: Rafael Roballo; Pedro Victor, Danilo, Alisson e Márcio Goiano; Elyeser, Germano (Baré), Leandro e Cleiton (John Lennon); Eder (Vinicius) e Alê Menezes
Técnico: Rodrigo Bandeira

INTERNACIONAL: Alisson; Paulo Cezar, Alan Costa, Réver e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Gustavo Ferrareis (Alisson Farias), Andrigo (Raphinha) e Marquinhos; Vitinho
Técnico: Argel Fucks

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO começo foi arrasador. Em cinco minutos, Vitinho quase marcou um golaço de falta (evitado em bonita defesa do goleiro Rafael) e foi às redes após assistência de Marquinhos. A troca constante de posições no ataque foi parando e com ela, também foram rareando as chances de gol. Mesmo desesperado contra a degola, o Glória não conseguiu chegar ao gol defendido por Alisson.
  • Segundo tempoO Glória bem que tentou mostrar atitude, esboçou pressão e assustou por duas vezes. Mas não foi muito além. Aos 20, Aylon tocou para Ferrareis e ele fez o pivô para Andrigo marcar. Até o final a equipe de Vacaria lutou para descontar, mas parou na limitação técnica. Aos 40, Pedro Victor fez pênalti claro. Marquinhos cobrou e a bola bateu nas duas traves, mas não entrou.

Destaques

  • HomenagemAntes da bola rolar foi respeitado um minuto de silêncio, em memória de Celso Chamun. O dirigente faleceu na madrugada deste domingo, após sofrer infarto. Vitinho também homenageou o ex-dirigente ao comemorar seu gol. "Descanse em paz", disse o camisa 11 diante de uma câmera.
  • TestesA escalação do Inter apresentou experiências em Vacaria. Paulo Cezar Magalhaes começou como substituto de William, suspenso pelo TJD. Alan Costa ganhou vez na zaga e Gustavo Ferrareis iniciou o jogo pelo lado direito. Na etapa final, Raphinha foi testado como meia.
  • Nas duas travesAos 40 minutos, um lance raro. Marquinhos sofreu pênalti e na cobrança, acertou as duas traves. O chute rasteiro primeiro bateu na trave esquerda, andou sob a linha e se chocou contra a baliza oposta. No rebote, que não valeria por não contar com toque do goleiro, o camisa sete comprovou que não marcaria: a bola explodiu em cima do goleiro.

Melhores

  • Vitinho, InternacionalFoi quem melhor cumpriu o plano de trocar de posição, no setor ofensivo do Inter. Além do gol, criou duas boas chances ainda no primeiro tempo. Sempre com velocidade e bom arremate.

Piores

  • Alê Menezes, Glória-RSVeterano centroavante, histórico no futebol gaúcho, não levou perigo algum ao Inter. Isolado na frete, foi presa fácil para a defesa do Colorado.

UOL Cursos Online

Todos os cursos