Roger vê evolução do Grêmio e cita principal virtude: marcação pressão

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Roger Machado gostou do desempenho do Grêmio diante do Juventude

    Roger Machado gostou do desempenho do Grêmio diante do Juventude

Roger gostou do que viu na tarde deste domingo. Mesmo com o empate por 2 a 2 contra o Juventude, na Arena Grêmio, o técnico tricolor destacou a evolução da equipe e citou quais, para ele, foram os principais méritos do time ao longo dos 90 minutos de partida.

De acordo com Roger, a marcação pressão no campo adversário voltou a funcionar na partida deste domingo, algo que não vinha acontecendo com tanta frequência.

"A gente voltou a fazer uma pressão com nossos jogadores de ataque com mais eficiência no campo defensivo do adversário. Isso ajuda a retomar a bola mais perto do gol", analisou.

Roger ainda culpou o setor defensivo do Grêmio pelo lance que originou o pênalti no segundo gol do Juventude e viu o resultado de empate como justo, pela situação do jogo.

"Houve uma penalidade num lance difícil. O jogador cortou e a bola bateu na mão, mas antes disso a gente podia ter afastado a bola com mais decisão. Mas aconteceu o gol. E depois dali a gente tomou conta do jogo e criamos várias oportunidades. O empate foi justo porque estávamos atrás. Mas a vitória, pela construção que a gente, poderia ter vindo", completou.

Líder da primeira fase com 29 pontos, o Grêmio agora encara nas quartas de final o time do Brasil de Pelotas, oitavo colocado com 16. O jogo acontece na quarta-feira, na Arena Grêmio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos