Brasileiro-chileno demora para se adaptar e pode perder chance no Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/SC Internacional Divulgação

    Paulo Cezar Magalhaes, lateral do Internacional, ainda não conseguiu render

    Paulo Cezar Magalhaes, lateral do Internacional, ainda não conseguiu render

Paulo Cezar Magalhães foi contratado pelo Inter para ser alternativa ao lateral William. Mas está demorando demais para se adaptar. Sem boas atuações, o jogador pode perder vaga mesmo com o titular suspenso. 

Na ausência do dono da lateral direita do Colorado, PC seria o substituto imediato. Até jogou na última partida, mas acabou substituído ainda no primeiro tempo. E sem ele, o time melhorou.
 
"O PC é um lateral mais defensivo. Os pontos fortes dele são a marcação e a bola aérea. É um tipo de lateral que o brasileiro não está acostumado a ver. Ele tem jogado bem. Só notamos que precisávamos atacar mais", disse o técnico Argel Fucks justificando a troca no último jogo. 
 
E para o compromisso do próximo sábado, que abre a semifinal do Gauchão contra o São José, a ideia é novamente ofensiva. O Inter precisa fazer o resultado para não depender do duelo no piso sintético do estádio Passo D'Areia. 
 
Com isso, o escolhido deve ser Fabinho, que é volante e atuaria improvisado. Paulo Cezar tende a sobrar novamente. 
 
Com 26 anos, o ex-jogador da Universidad de Chile, que nasceu no Rio Grande do Sul mas se formou atleta e é naturalizado chileno, disputou apenas cinco partidas com a camisa do Internacional. Seu vínculo vai até o fim deste ano. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos