3 mil km em viagens e risco extra. Como Gauchão virou um peso para o Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • PEDRO H. TESCH/ESTADÃO CONTEÚDO

    Campeonato Gaúcho se torna um peso para o Grêmio por conta do desgaste

    Campeonato Gaúcho se torna um peso para o Grêmio por conta do desgaste

O Gauchão ainda é um dos objetivos do Grêmio no primeiro semestre, mas também um peso. Com viagens longas no interior do Estado, desgaste do elenco e lesão de jogadores importantes, o torneio regional se transformou em um fardo carregado pelo Tricolor. E ainda mais, um risco. 

Foram longas viagens. O Tricolor atuou nos destinos mais longes de Porto Alegre, sem qualquer benefício por ser o clube gaúcho classificado à Libertadores. Esteve em Rio Grande, Pelotas, Erechim, Passo Fundo e Veranópolis. Agora irá a Caxias do Sul para a semifinal. Contando ida e volta, quase 3 mil quilômetros de estrada. 
 
Não bastasse isso, o elenco encontrou pela frente campos longe do ideal. Jogou com pisos pesados, esburacados, com lama e água acumulada. Dificultando a recuperação das também longas viagens da Libertadores. Enquanto jogou a primeira fase do Gauchão, o Grêmio esteve no México, na Argentina e por fim no Equador pela Libertadores. 
 
Preferindo sempre o time titular, o Tricolor acabou tendo, no Estadual, a principal baixa da temporada até agora: Miller Bolaños. O equatoriano está voltando aos poucos à rotina de trabalhos após fraturar a mandíbula em dois lugares no jogo contra o Internacional. 
 
O risco de não ganhar e rival fazer história
 
Enquanto isso, desde o discurso de abertura de temporada, a meta é conquistar o Gauchão. Em jejum desde 2010, o Grêmio se vê obrigado a quebrar a série do Internacional, que se conquistar o título neste ano se torna hexacampeão, algo que não ocorre desde os anos 1970. O risco de não conquistar a taça implica em novo marco ao adversário e mais um tempo sem glória. 
 
E logo em frente, uma nova encruzilhada se apresenta. De volta e classificado na Libertadores, o Tricolor irá encarar uma maratona de jogos nesta semana. Na terça terá pela frente o Toluca, no encerramento da fase de grupos da competição continental. Na quinta-feira já terá o duelo com o Juventude em Caxias do Sul e no fim de semana o jogo decisivo da semi. 
 
Carregando o peso do Estadual, mas em busca do título, o Tricolor volta a Porto Alegre nesta sexta após vencer a LDU por 3 a 2 pela Libertadores. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos