Inter faz 1 a 0 no Juventude e fica a um empate do hexa no Gauchão

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional largou na frente do Juventude na final do Gauchão. Neste domingo (1), o Colorado fez 1 a 0 no Alfredo Jaconi, na primeira partida da decisão. Com o gol de Andrigo, e uma atuação segura, o time vermelho está mais perto de conquistar o sexto título estadual seguido.

Na partida da volta, no próximo domingo (8) no Beira-Rio, o Inter pode até empatar para ficar com a taça. Ao Juventude restam a busca por uma vitória.

Vitinho, autor da assistência para o gol de Andrigo, foi expulso no segundo tempo e deixou o papel de herói para quase se tornar vilão. Com um a menos, o Inter terminou o jogo pressionado. Mas resistiu.

VITINHO FAZ FALTA POR TRÁS E É EXPULSO

  •  

A partida em Caxias do Sul teve dois tempos distintos. Primeiro foi o Inter quem dominou, e abriu o placar em bonita jogada. Depois, o Juventude foi para cima e tentou empatar. Com muito volume e pouca profundidade, os donos da casa não tiveram êxito.

O resultado no Alfredo Jaconi mantém o Inter invicto como visitante em 2016. A última derrota do clube longe de casa foi em novembro do ano passado, diante da Chapecoense. De lá para cá, 10 partidas (quatro vitórias e seis empates). O time treinado por Argel também sustenta o período de um mês sem sofrer gols.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 0 X 1 INTERNACIONAL

Data: 01/05/2016 (domingo)
Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: José Javel Silveira e Lúcio Flor
Cartões amarelos: Lucas, Hugo (JUV); Anderson, Andrigo, Fabinho, Vitinho (INT)
Cartão vermelho: Vitinho (INT)
Gols: Andrigo, aos 21 minutos do primeiro tempo

JUVENTUDE: Elias; Bruno Ribeiro, Klaus, Heverton e Pará (Sassá); Wanderson (Felipe Lima), Itaqui (Wallacer), Hugo e Lucas; Dieguinho e Roberson
Técnico: Antônio Carlos Zago

INTERNACIONAL: Alisson; Paulo Cézar Magalhães, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Marquinhos) e Andrigo (Jair); Eduardo Sasha (Raphinha) e Vitinho
Técnico: Argel Fucks

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO Juventude forçou o Internacional a abandonar os lados do campo, mas não conseguiu controlar o jogo mesmo assim. Sem os flancos, para investir em cruzamentos, o Colorado contou com Vitinho para fazer diferente. O camisa 11 criou duas boas chances e uma delas terminou em gol. Andrigo marcou. Hugo teve a bola para empatar, mas Alisson salvou.
  • Segundo tempoPrecisando marcar, o Juventude se soltou mais. Acertou o travessão com Bruno Ribeiro, chegou perto com Hugo e Roberson, contudo pecou muito nos arremates. Aos 25, Vitinho fez falta infantil e foi expulso poucos minutos depois de levar o primeiro cartão amarelo. Com 10, o Inter terminou o jogo sendo pressionado.

Destaques

  • DribleSem Hélder, suspenso, o Juventude entrou em campo com Bruno Ribeiro usando o número dois. Mas quem atuou na lateral direita durante toda a partida foi Lucas, número 11. A iniciativa tentou criar dúvida sobre posicionamento nos primeiros minutos.
  • ObjetoNo primeiro minuto do segundo tempo, o goleiro Elias chamou o árbitro Leandro Vuaden e entregou um objeto arremessado no gramado. O item teria sido lançado do setor onde estava a torcida do Internacional.
  • De herói a vilãoVitinho era, ao lado de Andrigo, o principal nome do Internacional no jogo. Foi dele a assistência, belo lance, que terminou com o gol no Alfredo Jaconi. Só que aos 25 do segundo tempo o atacante foi de heróia a vilão. Ao derrubar Bruno Ribeiro, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Argel, na hora do cartão vermelho, não se aguentou: "Não pode", disse o treinador apontando para a cabeça.
  • InéditoJuventude e Internacional já decidiram o Gauchão duas vezes e em ambas, o time de Caxias do Sul venceu o primeiro jogo. Em 1998, fez 3 a 1. Em 2008, foi 1 a 0. Agora, o Colorado quebra a escrita na decisão que tem cara de tira teima.

Melhores

  • Andrigo, InternacionalParticipativo em triangulações e distribuição de jogo, autor de um belo gol e destaque do Inter.

Piores

  • Roberson, JuventudeCarrasco do Grêmio na semifinal, atacante ficou sumido no meio da defesa do Inter durante todo o jogo

UOL Cursos Online

Todos os cursos