Erros conhecidos não abalam Renato Gaúcho no Grêmio: "Não somos imbatíveis"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Renato Gaúcho comanda treinamento do Grêmio em CT do clube, em Porto Alegre

    Renato Gaúcho comanda treinamento do Grêmio em CT do clube, em Porto Alegre

As falhas da partida contra o Caxias não abalam a avaliação de Renato Gaúcho no Grêmio. Mesmo sendo as mesmas de boa parte do ano passado, a avaliação do comandante não mostra qualquer preocupação. 

Já no lance do pênalti, a bola aérea defensiva não foi bem. A bola só bateu no braço de Kannemann depois de cruzar a área sem ninguém afastar. No segundo gol, cruzamento de escanteio e cabeceio de Gilmar. Além de outras tantas oportunidades nascidas em jogadas aéreas. 
 
Para Renato Gaúcho, tal situação se deve necessariamente a estatura do time rival. Segundo ele, o Caxias possuía jogadores mais altos e, por consequência, melhores neste quesito. 
 
"Estamos muito bem treinados, mas temos que dar mérito para o adversário. Eu falei para evitar estes lances perto da área porque a jogada forte do Caxias era a bola aérea. Não somos imbatíveis na bola aérea. O Caxias tinha um time muito mais alto que o meu. Não adianta pegar quatro contra quatro mais altos, e o Caxias tem mais três mais altos que os meus. É óbvio que vão levar vantagem em algumas jogadas. Uma coisa é não estar treinado, outra é ter um rival muito mais alto", disse o treinador. 
 
O Grêmio retoma atividades na tarde desta segunda-feira. Na quarta, terá pela frente o Flamengo pela Primeira Liga. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos