Gols, elogios e adaptação. Como Bolaños virou opção para vaga de Douglas

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Equatoriano poderá ficar com a função de Douglas, que rompeu ligamento do joelho

    Equatoriano poderá ficar com a função de Douglas, que rompeu ligamento do joelho

Miller Bolaños é um dos candidatos a vaga de Douglas, desfalque por seis meses após ruptura de ligamento no joelho. Internamente, o equatoriano é elogiado e defendido como o substituto natural ao camisa 10. Os gols dele pelo Emelec, em função semelhante, a plena adaptação ao Brasil e o rendimento nos treinos são os argumentos.

Bolaños já jogou em praticamente todas as funções de ataque. Mas sempre ficou à sombra de Douglas, que cresceu ainda mais ao longo de 2016.

A ideia, ainda em análise na comissão técnica, é usar Bolaños de frente para o gol. Com capacidade para avançar. Distribuir, infiltrar. Criando desequilíbrio no setor. As características dele chamam atenção.

"O Bolaños é um craque, a gente até comenta isso aqui (no vestiário). Ele tem muita calma para finalizar, dar passe. Para tomar decisão. A característica é diferente (na comparação com Douglas), mas a qualidade é grande também", disse Marcelo Oliveira, lateral esquerdo.

No Emelec, Bolaños atuou em função mais próxima da que poderá herdar na ausência de Douglas. E por ali, marcou 36 gols na temporada de 2015. Os números fizeram o Grêmio investir em sua contratação, a mais cara do clube na temporada passada.

Vítima de fratura dupla na mandíbula, logo em seu segundo jogo pelo Grêmio, Bolaños sofreu duplamente para se adaptar ao Brasil. Pelo jogo mais intenso e pela cirurgia que inseriu pinos e placas depois de choque com William, lateral direito do Internacional.

Um ano depois de chegar a Porto Alegre, Miller Bolaños é tratado como praticamente outro jogador. Mais espontâneo, dentro e fora de campo, ele impressionou em treinos recentes.

No primeiro treino sem Douglas, Renato testou Maxi Rodríguez na função. Só que o teste se explica pela contingência. Bolaños jogou contra o Flamengo, então recebeu carga menor de trabalho. Maxi, por sua vez, tem contrato somente até junho.

O Grêmio volta a campo no domingo, pela terceira rodada do Gauchão. O time de Renato Gaúcho recebe o Passo Fundo, às 17h (Brasília).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos