Milagre do goleiro e desatenção em lateral. Zago explica empate do Inter

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

O Internacional empatou com o Caxias, neste sábado (11) no estádio Beira-Rio, e segue sem vitórias no Campeonato Gaúcho. Antônio Carlos Zago admitiu desempenho abaixo do esperado, mas ainda citou um milagre de Marcelo Pitol, goleiro adversário, em finalização de Roberson e desatenção da defesa em cobrança de lateral que terminou no gol de Reis.

Amarrado pela marcação do Caxias, o Inter só conseguiu pressionar no segundo tempo. Abriu o placar com D'Alessandro, mas levou o empate menos de 10 minutos depois.

"Pelo o que vi ali de baixo, e conversei com quem viu o jogo de cima, fomos abaixo do que podemos render. Mas o jogo foi controlado, no primeiro tempo de novo, em cima daquilo que falamos... Os times vem aqui e esperam. Tiveram uma chance no primeiro tempo e um gol no segundo tempo em jogada de lateral, onde não estávamos tão atentos como até então", disse Zago.

A jogada em questão aconteceu aos 36 minutos do segundo tempo. A defesa toda saiu do lugar. Ernando, Klaus e Alemão tentaram cobrir. Na área, Reis dividiu e a bola enganou Danilo Fernandes. Mesmo perto do lance, o goleiro não conseguiu defender.

"Estávamos bem postados em cima daquilo que trabalhamos. Talvez tenhamos sofrido com dois contra-ataques. O gol não foi assim, tínhamos sete jogadores perto da área e levamos o gol. Foi uma bola prensada, cruzada, e enganou o Danilo. Acontece...", comentou.

Mesmo com jogadores desgastados, o Inter jogou com força máxima. Até por não ter vencido nas duas primeiras rodadas. O uso da mesma equipe que venceu o Fluminense não garantiu desempenho. O 4-3-2-1 seguiu do começo ao fim, mesmo com as trocas ao longo do jogo.

"Nós estamos buscando uma formação ideal, um esquema ideal. É o início de um trabalho, contra o Fluminense a equipe se postou bem em campo. Tivemos um comportamento diferente em relação ao Novo Hamburgo, na parte tática. A questão é encontrar jogadores ideais para determinadas funções. No segundo tempo botei o Uendel por dentro, tivemos saída melhor por aquele ano. A questão nem sempre é três volantes, três zagueiros", apontou Antônio Carlos Zago.

Com míseros dois pontos em três rodadas, o Internacional agora volta suas atenções para Copa do Brasil. Na quarta-feira, o time enfrenta o Princesa de Solimões. Na próxima rodada do estadual, o Colorado visita o Passo Fundo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos