Ernando se vê marcado por queda e fala em 'fio da navalha' no Inter

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

O rebaixamento ainda dói e machuca, direta ou indiretamente, no Internacional. Vaiado durante o empate com o Caxias, o zagueiro Ernando afirmou que vê uma marcação com alguns dos jogadores que participaram da fatídica campanha do ano passado. Ex-capitão, ele ainda usou a expressão "fio da navalha" ao comentar o rendimento neste começo de ano.

Ernando participou da jogada que resultou em gol do Caxias. E foi eleito pela torcida como o culpado no lance concluído por Reis.

"Infelizmente alguns jogadores estão marcados pelo ano passado, mas sei lidar com isso. Pecamos e levamos o gol", disse Ernando logo na saída de campo.

Mais tarde, na zona mista, o zagueiro repetiu a expressão e desenvolveu mais o raciocínio de que alguns nomes recebem críticas e vaias retroativas.

"Você joga no fio da navalha, se acontecer algo vão querer culpar o atleta. Agora aconteceu comigo, mas vocês viram o lance. Não foi um erro grotesco, não entreguei a jogada e aí saiu o gol. Foi um erro coletivo, não conseguimos parar e saiu o gol", afirmou.

E de fato, Ernando não tem uma falha clamorosa. Após cobrança de lateral, a defesa inteira do Inter sai do lugar. Antônio Carlos Zago chegou a citar a desatenção no lance ao falar do empate com gosto de derrota, na terceira rodada do estadual.

"Nesse momento difícil é manter a tranquilidade, a gente sabe que o momento não é bom. O torcedor tem todo direito de cobrar, vaiar. Mas nós temos que manter a cabeça no lugar e procurar melhorar", comentou Ernando.

Com dois pontos em três rodadas, o Internacional tem o pior início de Gauchão desde 2007.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos